terça-feira , outubro 16 2018
Home / Cidade / Apesar de votação expressiva Carlos Geilson não consegue se reeleger

Apesar de votação expressiva Carlos Geilson não consegue se reeleger

Com uma votação expressiva o Deputado Carlos Geilson (PSDB) obteve 44.402, mas mesmo assim não conseguiu exito em sua reeleição.

Geilson está no seu 2º mandato como Deputado estadual e foi eleito em 2014 com 47.401 votos, se destacou durante seu mandato como um dos deputados mais assíduos da Assembleia Legislativa da Bahia.

Nascido em 21 de fevereiro de 1960, Carlos Geilson dos Santos Silva é radialista há 40 anos e professor de letras vernáculas, formado pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

Deputado estadual pelo PSDB, exerce o segundo mandato (2015-2018), que obteve com 47.401 votos, dos quais 35.273 de votantes de Feira de Santana. Atualmente é segundo vice-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (2017-2019).

Geilson estreou na política em 2006, quando se candidatou a deputado estadual pelo PTdoB e obteve 27.741 votos, ficando na primeira suplência. Elegeu-se em 2010, com 37.205 – o segundo mais votado do PTN e o primeiro em Feira, sua cidade natal, onde obteve 32.192 votos.

Carlos Geilson comanda o Jornal Transamérica, na rádio Transamérica FM de Feira. Por 15 anos, esteve à frente do programa Carlos Geilson, na Rádio Subaé AM, voltado para a luta em prol da comunidade e pela valorização da cidadania.

Origem – Carlos Geilson é um homem simples, dedicado ao trabalho e a família. De origem humilde, ele nasceu na zona rural, filho de um vaqueiro e pequeno agricultor com uma professora primária. É casado e pai de cinco filhos.

Com a derrota de Geilson Feira de Santana perderá mais representante na ALBA e o futuro político para 2020 vai depender de entendimento com o grupo na qual faz parte,