quarta-feira , outubro 18 2017
Home / Cidade / Após interdição parcial, hospital volta a funcionar normalmente por determinação da Justiça

Após interdição parcial, hospital volta a funcionar normalmente por determinação da Justiça

A Casa de Saúde Santana, que foi parcialmente interditada depois de uma vistoria da Vigilância Sanitária do Núcleo Regional de Saúde, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, voltou a funcionar normalmente na tarde desta sexta-feira (2), após determinação da Justiça. A informação foi passada pela direção do hospital.
A liberação das alas interditadas foi julgada na quinta-feira (1º), depois que a unidade de saúde apresentou um mandado de segurança, no qual alegou prejuízos para a população com a suspensão de cirurgias no hospital, já que o centro cirúrgico estava impossibilitado de funcionar.

Segundo informações do G1, na decisão, o juiz Roque Barbosa de Araújo, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Feira de Santana, entendeu que houve falhas técnicas no laudo da Vigilância Sanitária e que não foi dado à direção do hospital o direito de defesa durante o ato de interdição. O coordenador do Núcleo Regional de Saúde, Edy Gomes, informou que vai recorrer da decisão e encaminhar o caso para a Procuradoria Geral do Estado.

De acordo com o diretor da Casa de Saúde Santana, Germano Correia, as cirurgias que deveriam ter acontecido durante o período em que o centro cirúrgico ficou interditado serão remarcadas para a partir da terça-feira (6). Segundo o diretor, até a quinta-feira (1º), 80 cirurgias foram deixadas de fazer por conta da interdição.