segunda-feira , outubro 15 2018
Home / Cotidiano / Após ofensas, empresário terá que pagar R$ 350 mil reais a Ronaldinho Gaúcho

Após ofensas, empresário terá que pagar R$ 350 mil reais a Ronaldinho Gaúcho

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou o empresário Neville Proa, proprietário da fábrica de bebidas ‘Viton 44’, a pagar uma indenização de R$ 350 mil ao ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho. Processo foi movido por uma série de acusações feitas pelo empresário contra o jogador.

Segundo Neville, “[Ronaldinho Gaúcho] Só quer sacanagem. O negócio dele é beber todo dia. Está milionário, cheio da grana, pode pegar a mulher que quiser, vai jogar para quê? Faz festas todos os dias, foi péssimo para o Fluminense. Foi péssimo para o futebol carioca trazê-lo. É um jogador acabado, não tem mais que ficar aqui. Tem que curtir as festas como gosta”.

A juíza responsável pelo caso, Karla Aveline de Oliveira, da Vara Cível do Foro Regional da Tristeza, em Porto Alegre, afirmou que “a verborragia de Neville, por si e representando a empresa, merece reprovação compatível com a desfaçatez”.