domingo , setembro 24 2017
Home / Esportes / Após seis meses no cargo, Stefano Pioli é demitido pela Internazionale

Após seis meses no cargo, Stefano Pioli é demitido pela Internazionale

A Internazionale de Milão anunciou nesta terça-feira a demissão do treinador Stefano Pioli do comando da equipe principal. O agora ex-comandante chegou em novembro, após um bom trabalho na Lazio, mas não resistiu aos resultados ruins e a péssima campanha no Campeonato Italiano – a Inter está na sétima colocação e não tem mais chances de classificação para competições europeias. Junto com ele, saem também Giacomo Murelli, auxiliar técnico, Davide Lucarelli, assistente, e os preparadores físicos Matteo Osti e Francesco Perondi. Contrato com a Inter ia até 30 de junho de 2018.

A Inter agradeceu Pioli por “sua dedicação e trabalho duro nos últimos seis meses, que provaram ser uma temporada difícil”. Ainda de acordo com o comunicado, o Stefano Vecchi será o técnico interino nas próximas três partidas que restam pelo torneio nacional. Por fim, a Inter informou que “começou a planejar a próxima temporada a partir de agora”.

Em 27 partidas com Pioli, a Inter venceu 14 partidas, empatou três e perdeu 10, com um aproveitamento de 55,5%. Apesar do saldo positivo, o treinador não conseguiu suportar a sequência de sete partidas sem vitória. Além disso, ele também foi eliminado na fase grupos da Liga Europa e nas quartas de final da Copa da Itália.

Pioli foi o nono treinador que o time de Milão tem desde 2010, quando o português José Mourinho deixou o comando depois da conquista da Liga dos Campeões, a última de um clube italiano em torneios europeus. Desde então, passaram pelo cargo o espanhol Rafa Benítez, o brasileiro Leonardo, os italianos Gasperini, Ranieri, Stramaccioni, Mazzarri e Mancini, além do holandês Frank de Boer.