domingo , outubro 21 2018
Home / Destaque / Aspirina infantil diminui risco de câncer de ovário, mostra estudo

Aspirina infantil diminui risco de câncer de ovário, mostra estudo

Um estudo publicado na JAMA Oncology, revista científica da American Medical Association, associou o uso contínuo de aspirina infantil à redução do risco de câncer de ovário.

O estudo foi realizado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard, com o Brigham and Women’s Hospital e Moffitt Cancer Center, nos Estados Unidos.

Eles acompanharam cerca de 200 mil mulheres ao longo de 25 anos que tomavam aspirina infantil, aspirina de dosagem normal e outros anti-inflamatórios. Dentro desse grupo foram observados 1.054 casos de câncer de ovário.

Como resultado final da pesquisa, foi constatado que mulheres que usavam diariamente a aspirina infantil — 100 mg ou menos — tiveram uma redução de 23% no risco de câncer de ovário, enquanto as que tomavam aspirina de dosagem normal, não. Já as que não usavam aspirina, mas sim anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs), apresentaram um risco 19% maior de desenvolver a doença.