sábado , agosto 18 2018
Home / Destaque / Atirador mata 10 pessoas em escola no EUA

Atirador mata 10 pessoas em escola no EUA

Um atirador abriu fogo nesta sexta-feira, 18, em uma escola no Estado americano do Texas, matou dez pessoas e feriu outras 10, a maioria estudantes, de acordo com o governador Greg Abbot. A escola em Santa Fé, que foi completamente fechada por volta das 8 da manhã, no horário local.

Abbott classificou o tiroteio desta sexta-feira como “um dos ataques mais hediondos na história das escolas do Texas”.

Um número indeterminado de dispositivos explosivos foi encontrado na escola e nos arredores do prédio. As autoridades, que estavam desarmando os artefatos, pediram à população para relatar imediatamente a presença de objetos suspeitos. O distrito escolar confirmou que há vários feridos, mas disse que não daria mais detalhes.

 Michael Farina, de 17 anos, relatou que estava em outra parte da escola quando os tiros começaram e pensou que se tratava de uma simulação. Ele contou que manteve uma porta aberta para alunos deficientes em cadeiras de rodas quando um diretor veio correndo, gritando para todo mundo fugir. Um professor avisou: “Isso é real”, segundo o relato do estudante. Eles levaram os alunos para um lugar atrás de uma concessionária de carros, do outro lado da rua. Alguns, achando que ainda não estavam seguros, fugiram para mais longe, contou Farina.

O ataque desta sexta-feira é o mais mortal no Texas desde que um homem com um rifle matou dezenas de pessoas em uma igreja rural no ano passado.

Imagens aéreas mostraram muitos estudantes em um gramado e três helicópteros médicos na escola em Santa Fé, que tem 13 mil habitantes e fica a 48 quilômetros a sudeste de Houston. Dirigentes da escola disseram que policiais adotaram medidas de segurança em torno do prédio e levaram os estudantes para outro local para reuni-los com seus pais.

Um estudante disse à emissora de televisão KTRK por telefone que um homem armado entrou em sua sala de aula durante o primeiro período e abriu fogo. Ele disse que viu outro aluno com uma perna sangrando quando saíram do local. “Pensamos inicialmente que era uma simulação de incêndio, mas a professora disse: ‘Corra'”, relatou.

Pelo Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os primeiros relatos do incidente no Texas “não pareciam bons”. “Deus abençoe a todos”, afirmou.