quarta-feira , abril 24 2019
Home / Destaque / Bahia decepciona, perde para o Sampaio e cai na primeira fase do Nordestão

Bahia decepciona, perde para o Sampaio e cai na primeira fase do Nordestão

Pouco mais de um mês depois das homenagens ao aniversário de 30 anos do inesquecível título brasileiro de 1988, o Bahia ‘celebrou’ na tarde deste sábado, 30, outro bicampeonato: o de vexames na Copa do Nordeste. Após a queda frente ao Sampaio Corrêa em plena Fonte Nova na decisão do ano passado, conseguiu se superar: contra o mesmo Sampaio, perdeu por 1 a 0 e acabou eliminado já na primeira fase desta edição do torneio.

Para avançar às quartas de final, o Tricolor precisava vencer em São Luís e torcer por ao menos um resultado que lhe ajudasse em outras três partidas. Um deles aconteceu, justamente o do seu arquirrival, que deu uma mãozinha ao segurar o Náutico com um empate por 1 a 1. Só que o Bahia não fez sua parte e, com o revés diante de um time que ainda não havia pontuado na Copa do Nordeste – duas semanas atrás, o Esquadrão tinha também ‘presenteado’ o Sergipe com seus únicos três pontos na competição – acabou na quinta colocação no Grupo B, que levava os quatro melhores times para a fase seguinte.

E o Tricolor também pode colocar na estante um troféu de latão por outro bicampeonato: o de eliminações precoces em dois dos mais importantes torneios deste primeiro semestre. Antes, em fevereiro, havia caído frente ao irrelevante Liverpool, do Uruguai, na Copa Sul-Americana.

Restam ao time a decisão do Campeonato Baiano e a Copa do Brasil, pela qual entra em campo na terça-feira, em Maceió, contra o CRB, no jogo de ida da terceira fase.

Bastante pressionado após a derrota para o Sergipe, o técnico Enderson Moreira havia ganhado fôlego graças a uma sequência de quatro triunfos, com 13 gols marcados e nenhum sofrido. O fracasso deste sábado, no entanto, volta a colocar-lhe a corda no pescoço.

Na coletiva após a partida, ao ser perguntado se temia uma eventual demissão, respondeu: “Não temo nada na vida. Saí do nada e cheguei até aqui, com muita dedicação e empenho. Tenho muita fé e coragem sempre. Sou profissional e vou cumprir meu contrato até que o clube ache que seja o momento de fazer uma troca. Faço meu melhor sempre”.

Em relação ao desempenho da equipe, o treinador foi sincero:  “Esse talvez tenha sido o pior jogo do time sob meu comando, desde que cheguei aqui. Um jogo em que a gente não conseguiu produzir, a equipe foi muito abaixo daquilo que pode fazer. A gente lamenta muito”.