sábado , novembro 18 2017
Home / Cultura e Artes / Balé do Castro Alves brilha na homenagem aos 12 anos da Fundação Egberto Costa

Balé do Castro Alves brilha na homenagem aos 12 anos da Fundação Egberto Costa

Para uma data especial, um grande espetáculo. Foi assim a apresentação do Balé do Teatro Castro Alves (BTCA), na noite de sexta-feira, 7, no Centro de Cultura Maestro Miro, pela passagem dos 12 anos da Fundação Municipal de Tecnologia da Informação, Telecomunicação e Cultura Egberto Costa – FUNTITEC.

A noite festiva no Mestro Miro começou com 12 homenagens: receberam placa comemorativa a direção da academia EARTE, do jornal Folha do Estado, além de Márcia Porto (cantora), Sandra Duarte (chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer), Basílio Fernandez (diretor no Parque do Saber), Luiz Augusto Oliveira (diretor do Centro de Cultura Maestro Miro), Marcílio Costa (jornalista), Julivaldo Alves da Silva (cordelista), Telma Melo (diretora da Biblioteca Municipal), Dionorina (cantor), José Crispim Ramos, o Caboquinho (repentista), Dina Tourinho (assessora artística do BTCA) e Elídio Azevedo, in memorian (fotógrafo), representado pela filha Lílian Azevedo.

Para Antônio Carlos Coelho, presidente da Fundação, a noite foi especial. “Nossa semana foi cheia de atividades alusivas aos 12 anos da FUNTITEC. É importante destacar que não apenas a cultura feirense tem recebido toda a nossa atenção, como, também, a parte de tecnologia. O prefeito José Ronaldo tem dado, ao longo desses anos, todo apoio para o crescimento da Fundação”, acentua.

Após a solenidade, para alegria da pequena Catarina de Oliveira, de 9 anos, foi a vez da apresentação do Balé do Teatro Castro Alves. Ela dança desde 1 ano e 9 meses de idade e é filha da bailarina Manuella Oliveira. “Eu adoro dançar e gosto de ver o Balé do Castro Alves”, diz.

Kamilla de Almeida dança há 11 anos. Também foi ver o balé. “A dança representa muito para mim e o Balé do Teatro Castro Alves é maravilhoso, hipnotizante e inspirador”, destaca.

PROGRAMAÇÃO

O Balé do Teatro Castro Alves foi fundado em 1981. Trouxe a Feira de Santana 20 dos seus 34 bailarinos, com o espetáculo “Endogenius”, lançado no ano passado, coreografado por bailarinos da companhia. É a primeira companhia de dança oficial do Norte-Nordeste do Brasil e se caracteriza por sua proposta sintonizada às linguagens contemporâneas. Mais de 70 coreografias compõem o repertório do BTCA, que já se apresentou com sucesso fora do Brasil.

A assessora artística do balé, Dina Tourinho, diz que as apresentações no interior do estado servem para aproximar mais o público e o balé do TCA. “Somos uma companhioa baiana e nada mais justo que levar nossa arte para os baianos em todo o estado. Feira de Santana sempre nos recebe maravilhosamente bem”, destaca.

A programação festiva pelos 12 anos da FUNTITEC prossegue neste sábado, 8. A partir das 17h, Centro de Cultura Maestro Miro tem certificação dos alunos que cursaram as oficinas do Projeto Arte de Viver. Em seguida, às 18h, atividades musicais com as participações dos vencedores das edições 13º, 14º e 15° do Festival Metropolitano de Música Vozes da Terra  e dos vencedores das edições 7°, 8° e 9° do Festival Metropolitano de Música Gospel. Às 19h está prevista festa dançante.