quinta-feira , outubro 19 2017
Home / Destaque / Banco é assaltado no Corredor da Vitória; dois são presos

Banco é assaltado no Corredor da Vitória; dois são presos

A agência do Banco Santander no Corredor da Vitória, em Salvador, foi alvo de bandidos na manhã desta quarta-feira (11). Viaturas da Rondesp estão no local e foi usado um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar para sobrevoar a área. Segundo testemunhas, a Avenida Sete de Setembro foi fechada por policiais, durante 30 minutos, impedindo o acesso de veículos no local.

O sargento Rocha, da Rondesp, que estava na primeira viatura a encaminhada para o local, contou que chegou a banco às 8h40 e tentou negociar com os bandidos, que faziam funcionários e clientes de reféns. “Eles falaram que iam ser render, mas que se alguém invadisse, que iam matar a vítima. As pessoas estão dentro do banco chorando porque passaram mal . Como é que não chora depois de ter tido uma arma apontada para a cabeça? “, informou o sargento.

Já o comandante de policiamento da PM, o coronel Paulo Uzeda, informou que, assim que soube da ocorrência, começou a deslocar as viaturas e adotar outros procedimentos para deslocamento da tropa especializada, no caso o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

“Pela própria natureza da operação, quem faz a primeira contenção tem a obrigação de isolar e começar a negociação. Isso foi feito e, por sorte, eles se entregaram logo. Não precisou estender muito a ação”, explicou o coronel, acrescentando que foi uma tentativa de roubo ao cofre banco,

No momento da ação, estavam na agência uma gerente, uma funcionária e outras pessoas, que tiveram pertences roubados. A polícia não informou ainda quantas pessoas estavam no local no momento da ocorrência.

Questionado sobre a possibilidade haver ligação entre o ataque a agência do Santander no Corredor da Vitória nesta quarta-feira (11) e a ocorrência na mesma instituição bancária ontem, na Calçada, o coronel Uzeda explicou que a polícia não pode deixar nenhuma perspectiva fora da investigação, que vai ser conduzida agora pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Os bandidso, que ainda não foram identificados, estavam armados com uma pistola. “A gerente informou que colocaram a arma na cabeça dela”, disse o coronel, informando ainda que a polícia foi acionada pelo gerente geral do banco, que tem acesso às imagens das câmeras do banco da casa dele.

Cerca de dez viaturas estão no local com aproximadamente 40 policiais de unidades distintas. Mesmo após os bandidos terem sido presos, o Bope chegou depois das 9h30 para fazer a varredura da agência, para averiguar se há mais alguém escondido na agência.

Durante o período em que os bandidos permaneceram na agência,cerca de 30 minutos, o trânsito de veículos foi interditado no local e impedida a passagem de pessoas pela calçada do banco. De acordo o tenente Bruno, a medida foi adotada para evitar maiores transtornos. “Diante de uma situação com pessoas armadas e reféns, temos que evitar que algo maior aconteça, uma situação mais grave. Temos que evitar que outras pessoas sejam pegas como reféns”.