sexta-feira , julho 21 2017
Home / Cotidiano / Caixa deve atender 7,5 mi de trabalhadores neste sábado

Caixa deve atender 7,5 mi de trabalhadores neste sábado

A Caixa espera 7,5 milhões de trabalhadores neste sábado, 10, para sacar os recursos das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Ao todo, a Caixa espera pagar R$ 10,9 bilhões nesta etapa.

O banco antecipou o calendário da 4ª fase devido a proximidade da data prevista inicialmente (16 de junho) ao feriado de Corpus Christi. Este mês, trabalhadores nascido em setembro, outubro e novembro já estão aptos a sacar os recursos das contas inativas.

Para facilitar o atendimento nas agências, o trabalhador deve ter em mãos o documento de identificação e a Carteira de Trabalho e/ou o Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho. Para valores acima de R$ 10 mil, é obrigatória a apresentação da Carteira de Trabalho.

Superintendente da Caixa Econômica Federal, Clayton Rosa, conta que nos primeiros dias do calendário o banco paga quase 80% do previsto para a fase, por isso as agências ficam cheias e o atendimento tende a ser mais demorado. “Quem puder esperar um pouco, não ir na primeira semana, é melhor”, diz.

Para operacionalizar os saques, 2.015 agências da Caixa abrirão das 9h às 15h neste sábado. Já nos dias 12, 13 e 14 de junho, as agências abrirão duas horas mais cedo do que o habitual para atender os beneficiários.

Entre 10 de março e 02 de junho, a Caixa registrou o pagamento de R$ 27,6 bilhões relativos às contas inativas do FGTS, 95,2% do total inicialmente previsto no período (R$ 29,1 bilhões). Foram beneficiados 16,3 milhões de trabalhadores, 81% do total, segundo a Caixa.

Além das agências, para valores inferiores a R$ 3 mil, também a partir deste sábado, os trabalhadores da quarta fase têm outras opções de saque: até R$ 1,5 mil no autoatendimento com a senha do Cidadão; até R$ 3 mil no autoatendimento com o Cartão do Cidadão e senha; até R$ 3 mil nas lotéricas e correspondentes com a identificação, o Cartão do Cidadão e senha.

A partir de 14 de julho, será a vez dos trabalhadores nascidos em dezembro terem acesso ao saldo das contas inativas do FGTS. Serão 2,5 milhões de pessoas, 8,1% do total dos contemplados.

O prazo final para saque de todos os trabalhadores é 31 de julho. Segundo o Superintendente da Caixa Econômica Federal, Clayton Rosa, 15% dos beneficiados ainda não retiram os recursos.

Os valores não sacados dentro deste prazo permanecerão nas contas do FGTS e poderão ser resgatados nos casos previstos na legislação do Fundo, como aquisição da casa própria e aposentadoria.