sábado , agosto 19 2017
Home / Destaque / Casal em situação de rua que teve corpo queimado morre em Salvador, diz hospital

Casal em situação de rua que teve corpo queimado morre em Salvador, diz hospital

O casal em situação de rua que teve o corpo queimado na última terça-feira (23), no bairro Sete Portas, em Salvador, morreu na manhã de sábado (27). A informação foi confirmada pela coordenação médica do Hospital Geral do Estado (HGE), onde as vítimas estavam internadas. De acordo com a unidade de saúde, um deles chegou a ter 98% do corpo queimado.

Segundo a polícia, as duas vítimas foram alvo de crime de vingança, que teria sido cometido por um homem conhecido como “Maluquinho”, que também vive na rua. O casal dormia em um colchonete, encostado em um muro, na Sete Portas, quando foi atacado pelo suspeito.

“Maluquinho” teria cometido o crime porque ele e uma das vítimas teriam tido uma briga no domingo (22), após o suspeito mexer com uma mulher que passou na rua. Os dois teriam entrado em luta corporal.

Ainda segundo a polícia, o jovem falou que pessoas que passavam no local separaram a briga. Depois, já na madrugada do dia 23 de maio, “Maluquinho” foi até onde a vítima e a mulher dormiam, jogou álcool no casal e ateou fogo. Em seguida, o suspeito fugiu. Ele é procurado pela polícia.

Vítimas

Adriana da Silva Conceição, de 26 anos, conhecida como Índia, morava na rua com o namorado, que se identificou para a polícia como Caíque de Farias, de 23 anos. Segundo parentes da vítima, Adriana fazia uso abusivo de drogas e havia voltado a morar na rua em fevereiro deste ano. Desde então, a família procurava a jovem, mas não a encontrava. “Ela saía o dia todo e só voltava para dormir. Uma tragédia isso que aconteceu. Tem muita gente ruim e cruel nesse mundo”, disse um familiar.

Segundo informações de parentes, o enterro deve acontecer na terça-feira (30), pois a família precisa providenciar a segunda via do registro original de nascimento de Adriana, o que deve ser feito na segunda-feira (29). Os parentes de Adriana não souberam informar o nome real do namorado dela e nem sobre familiares dele.

Fonte: G1