sexta-feira , setembro 21 2018
Home / Destaque / Condenado a 40 anos de prisão por fraudes em cofres públicos, foragido de Santa Catarina é preso na Bahia

Condenado a 40 anos de prisão por fraudes em cofres públicos, foragido de Santa Catarina é preso na Bahia

Um homem foragido da Justiça de Santa Catarina, que foi condenado a mais de 40 anos de prisão por transferir mais de R$ 80 milhões de cofres públicos pela internet, foi preso, em Salvador, na terça-feira (11).

De acordo com a Polícia Civil da Bahia, Jean Pierre Loz foi, 43 anos, foi encontrado em um apartamento na Avenida ACM, área de classe média alta da capital baiana, após uma denúncia anônima. Durante a ação, foram apreendidos cartões de crédito, talões de cheques, dois RGs e CPF falsos.

Segundo informações da polícia, Jean Loz, que é formado em Ciências da Computação, confessou ter começado a praticar os crimes virtuais em 1999. Em um dos esquemas, R$ 80 milhões da do governo catarinense foram transferidos. Loz tem quatro mandados de prisão expedidos em Santa Catarina por furto qualificado e estelionato.

Conforme a polícia, ele era procurado desde 2013, quando fugiu da Penitenciária de Canhanduba, na cidade de Itajaí (SC). De acordo a Polícia Civil, uma solicitação chegou a ser enviada para que o catarinense fosse incluído na lista de procurados da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

A polícia informou que Jean Loz revelou, em depoimento, que fugiu para o Uruguai após descobrir que era procurado pela Interpol, voltou para o Brasil, passou um mês em Santa Catarina e estava em Salvador desde dezembro do ano passado. A polícia investiga se ele aplicava golpes durante a passagem pela capital baiana.

O catarinense foi encaminhado para a Coordenadoria de Polícia Interestadual (Polinter), nos Barris, em Salvador, onde está à disposição da Justiça.

Fonte: G1