segunda-feira , junho 17 2019
Home / Destaque / Cris Cyborg recebe mais de R$38 mil por segundo em derrota no UFC 232

Cris Cyborg recebe mais de R$38 mil por segundo em derrota no UFC 232

O UFC 232, realizado no último sábado (29), não trará boas lembranças para Cris Cyborg. A brasileira, que perdeu o cinturão dos penas e uma invencibilidade de 13 anos para a compatriota Amanda Nunes, por outro lado, terá um pequeno alento. A paranaense deixou o show com o maior salário entre os atletas do card.

Cris recebeu US$ 500 mil pela atuação, cerca de R1,940 milhão, na cotação atual. Como ela foi nocauteada em menos de um minuto, a brasileira recebeu mais de R$38 mil por cada segundo no octógono. Já sua algoz, Amanda Nunes também não pode reclamar dos números. A baiana embolsou US$ 300 mil, aproximadamente R$1,164 milhão, pela atuação.

Além de Cyborg, os protagonistas da luta principal da noite, Jon Jones e Alexander Gustafsson também receberam US$500 mil pela atuação e igualaram a brasileira com o maior salário da atração.

Com uma bolsa bem mais modesta, Douglas D’Silva, o outro brasileiro no UFC 232, recebeu a quantia de US$ 21 mil. Ele foi derrotado pelo russo Petr Yan na decisão dos juízes.