terça-feira , outubro 16 2018
Home / Cultura e Artes / De pai para filho: A Festa do Vaqueiro do Alecrim Miúdo é tradição da comunidade e da família

De pai para filho: A Festa do Vaqueiro do Alecrim Miúdo é tradição da comunidade e da família

Há 31 anos surgia a Festa do Vaqueiro da comunidade do Alecrim Miúdo, do distrito de Matinha. Mas há cerca de 11, um capítulo marcante dessa história começaria a ser escrito. Mário Ferreira, um dos cinco amigos que deram início ao evento, passava a bola para seu filho, Ubiratan Fonseca, hoje principal organizador do evento.

Assumiu a responsabilidade com 21 anos

“Eu tinha 21 anos quando assumi o evento. Até hoje, meu sentimento é de muita gratidão por animar a comunidade e principalmente por não deixar essa tradição morrer”, afirma Ubiratan (foto). Seu pai, Mário, conta que já não mais cavalga, mas foi esta paixão que o motivou, juntamente com seus amigos, a criar o evento.

A festa faz parte do calendário municipal de eventos

“Dá um orgulho por que a comunidade sempre abraçou a festa. Fora o São João de São José, essa é a maior festa da região aqui”, contou. Mário (foto) relata que, no início, ele e seus amigos arrecadavam dinheiro através da realização de bingos para organizar a festa. Hoje a festa conta com apoio da Prefeitura Municipal e faz parte do calendário municipal de eventos, o que, para ele, a deixou muito mais organizada.

Muitas atrações musicais

Iniciada na noite deste sábado, 15, a Festa do Vaqueiro do Alecrim miúdo já tinha expectativa de que 4000 mil pessoas comparecessem ao evento em cada um dos dias de festa. No primeiro dia, o compositor e agora também cantor, Tierry, foi quem gerou mais expectativa. Ele se destacou por compor letras de grandes nomes da música na atualidade, como Marília Mendonça, Jorge e Mateus, Maiara e Maraisa. Além dele, se apresentaram Forró com Mel e Pau na Mulêra.

Missa homenageou os vaqueiros

Na manhã deste domingo, foi realizada a missa para homenagear os Vaqueiros, celebrada pelo padre Zorimar Fernandes da Silva. O prefeito Colbert Martins Filho participou da solenidade religiosa e autorizou que a comunidade dê início às obras de ampliação da paróquia local. A Prefeitura dará apoio à obra.

Após a missa, deu-se início ao desfile de vaqueiros, que atrai pessoas de toda a microrregião de Feira de Santana e premia o vaqueiro “mais encourado”. No campo musical, Cometa da Paixão, Audácia Pura, Sela Vaqueira e Jeovane ditaram o ritmo da dança no segundo dia.