domingo , setembro 24 2017
Home / Destaque / Edmundo se irrita e tem discussão tensa ao vivo com PVC após eliminação do São Paulo

Edmundo se irrita e tem discussão tensa ao vivo com PVC após eliminação do São Paulo

Discussões acaloradas sobre futebol são comuns, mas o clima ficou pesado entre o jornalista Paulo Vinícius Coelho (PVC) e o ex-jogador e comentarista Edmundo. Durante o programa Fox Sports desta quinta-feira (12), a dupla teve uma discussão tensa após a eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana, para o Defensa y Justicia-ARG, no Morumbi.

A situação teve início quando o diretor do São Paul Vinícius Pinotti afirmou que Rogério Ceni seguia inquestionável no comando da equipe, mas acabou comendo a primeira sílaba da palavra. Edmundo afirmou que o cartola havia dito quer o trabalho de Ceni era questionável, enquanto PVC e os outros integrantes do programa tiveram certeza de que ele falou ‘inquestionável’.

Após a repetição da imagem, ficou claro que o gestor falou ‘questionável’, mas que o ele queria dar era o oposto. PVC então enviou mensagem para Vinícius Pinotti para saber o que ele realmente tinha falado. A ação, irritou Edmundo e deu início ao debate:

PVC: Você (Edmundo) está certo. Ele falou questionável, mas queria dizer outra coisa.

Edmundo: Não, eu não estou certo, não. Vocês são jornalistas e estão certos. Estão sempre contra, a última palavra tem que ser sempre do PVC

PVC: “A Última Palavra” é o nosso programa de domingo.

Edmundo: Não, a última palavra tem que ser sempre sua.

PVC: Não, não tem.

Edmundo: Sempre questionam a minha opinião, sempre é assim.

PVC: Não, Edmundo, desculpe. Edmundo.

Edmundo: Jornalistas têm razão. Estou aqui de entrujão.

PVC: Edmundo estava certo, a palavra que ouviu foi questionável.

Edmundo: Para quê mandou mensagem para ele se ouviu em alto e bom tom?

PVC: Eu não ouvi em bom tom.

Edmundo: Você não ouviu? Repetiram no intervalo mais de dez vezes.

PVC: Edmundo, me desculpe.

Edmundo: Não, eu não desculpo. Não é a primeira vez que você faz isso.

PVC: Desculpe.

Edmundo: Não, não desculpo porque não é primeira vez.

Fonte: Correio24hs