quarta-feira , agosto 15 2018
Home / Destaque / Feira: Mulher acusada de atear fogo no marido pega 12 anos de prisão; amiga é inocentada

Feira: Mulher acusada de atear fogo no marido pega 12 anos de prisão; amiga é inocentada

Acusada pela morte do companheiro após atear fogo nele em agosto do ano passado em Feira de Santana, uma mulher foi condenada a 12 anos e um mês. O julgamento (ver aqui), que terminou às 22h no Fórum Filinto Bastos, puniu Mônica Maria da Silva, de 41 anos, com reclusão. Já a amiga da condenada, Maria Daniele Camilo do Nascimento, de 28 anos, foi inocentada por suspeita de participação no crime. Segundo a TV Subaé, à época do fato, as duas moravam no mesmo imóvel.

Deraldo Miranda Rios, de 46 anos, chegou a ser socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas morreu seis dias depois de ser atacado. Durante o julgamento, Mônica relatou que cometeu o crime contra Deraldo depois de uma discussão. Ela alegou que era agredida frequentemente pela vítima. Mônica Maria disse ainda que havia tentado terminar com Deraldo, mas ele não aceitava o fim do relacionamento. O relacionamento deles durou dois anos e seis meses.