terça-feira , outubro 16 2018
Home / Cidade / II Sarau Sales Barbosa remete público a uma viagem à antiga Rua do Meio

II Sarau Sales Barbosa remete público a uma viagem à antiga Rua do Meio

Um banquinho, um poste antigo, uma mesinha e lá estamos nós na Rua Sales Barbosa do século XIX, antes chamada de Rua do Meio. É conhecida hoje por seu forte comércio, mas já foi ponto de encontro dos boêmios e escritores da cidade e leva o nome de um dos principais poetas feirenses: Francisco Sales Barbosa.

O II Sarau Sales Barbosa trouxe um clima romântico e literário da época durante todo o dia. O ambiente foi todo pensado para remeter as pessoas ao passado e trazer a rua para o Mercado de Arte popular (MAP).

A escritora e Mestre em Estudos Literários (UEFS), Cíntia Portugal (foto), revela a importância da antiga Rua do Meio, enquanto patrimônio imaterial de Feira de Santana. “Ela traz uma carga histórica. Nos reserva uma história do local, da nossa cultura, do berço do romantismo”, explica.

Cíntia destaca Sales Barbosa como um dos principais poetas românticos e abolicionistas da época. “O livro “Cavatinas” é uma obra com 40 poemas publicados de Sales Barbosa. Poemas amorosos, abolicionistas e que tratavam também de questões sociais. Era através da poesia que se reivindicavam as lutas, as mudanças e a libertação dos escravos”, conta.

O evento busca levar o conhececimento da cultura e da poesia da rua para as pessoas. O presidente da Fundação Cultural Egberto Costa, Antônio Carlos Daltro Coelho, ressalta a importância de apoiar eventos como este.

“Uma iniciativa que restabelece a vida do grande poeta feirense Sales Barbosa, que honra a nossa cidade com uma das ruas com o seu nome. Estão de parabéns Cíntia Portugal e todos que integram esse movimento em favor do reconhecimento do seu valor e da sua poesia”, finaliza.