sexta-feira , junho 22 2018
Home / Destaque / Índia aprova pena de morte para estupradores de crianças

Índia aprova pena de morte para estupradores de crianças

O gabinete ministerial indiano aprovou neste sábado a pena de morte para estupradores de garotas abaixo de 12 anos. A decisão veio após o primeiro-ministro, Narendra Modi, solicitar uma reunião de emergência em resposta a uma revolta nacional por causa de uma série de casos de abuso.

A ordem executiva impõe uma emenda na lei criminal para também incluir punições mais drásticas para condenados por estupro de garotas menores de 16 anos e entrará em vigor assim que for assinada, disseram autoridades do governo.

A Índia lançou um processo penal acelerado e leis mais estritas contra o estupro, incluindo a pena de morte, depois de ataque a uma garota ter chocado o país em 2012. Mas a epidemia de abusos não deu sinais de arrefecimento no país.

Em 2016, 40.000 estupros foram registrados. Em 40% dos casos, as vítimas eram crianças. Todos os dias, os jornais trazem notícias de violência sexual contra mulheres.

Uma nova onda de revolta ocorreu após a divulgação de detalhes do estupro coletivo de uma menina muçulmana de oito anos, em uma região dominada por hindus no estado de Jammu e Caxemira. Líderes locais do Partido Bharatiya Janata defenderam o homem acusado, o que aumentou ainda mais o sentimento popular de repúdio.