quinta-feira , junho 29 2017
Home / Cidade / “Lutar pelo meio-ambiente é um desafio constante”, diz Sérgio Carneiro, titular da Semmam

“Lutar pelo meio-ambiente é um desafio constante”, diz Sérgio Carneiro, titular da Semmam

Promover o desenvolvimento sustentável, formando cidadãos mais conscientes com as questões ambientais. A comemoração pelo Dia Mundial do Meio Ambiente – 5 de junho, promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, propõe conscientizar a comunidade sobre seu papel na preservação do meio em que vive.

A II Feira Socioambiental foi aberta na manhã desta segunda-feira, 5, e segue até amanhã, 6, das 8h às 16h, no Parque da Lagoa Radialista Erivaldo Cerqueira, situado às margens da avenida José Falcão da Silva. Estudantes de escolas municipais, estaduais e da rede particular marcaram presença. Também prestigiou o evento o vice-prefeito Colbert Martins.

“A Semmam tem o dever legal de promover esse evento, em que reúne órgãos e instituições que têm contribuído com a preservação ambiental em nossa cidade”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Sérgio Carneiro. De acordo com ele, “lutar pelo meio ambiente é um desafio constante”.

“A preservação do meio ambiente começa com simples atos, como não desperdiçar água, descartar os resíduos sólidos em local adequado, apagar uma luz ao sair de um cômodo e não desmatar”, citou.

O ambientalista frei Monteiro Sobrinho, que também esteve presente na abertura, observou que a presença de estudantes demonstra a preocupação do Município em formar uma nova geração mais consciente do seu papel.

“A nossa maior alegria e esperança é que estamos trilhando o caminho certo: o da educação. Agregamos crianças e jovens para essa tomada de consciência e atitude, assumido como atores o cuidado com o meio ambiente”.

Reaproveitamento de materiais recicláveis

A Feira Socioambiental, organizada pelo Departamento de Planejamento e Educação Ambiental, reúne entidades e instituições de ensino, que demonstram através de exposições o trabalho que realizam para a preservação do meio-ambiente.

O reaproveitamento de matérias recicláveis, como garrafas peti, pneus e papeis deram origem a lindos objetos de decoração pelas mãos dos alunos do Centro Territorial de Educação Portal do Sertão. Já o artesão Paulo Roberto Machado levou peças decorativas feitas a partir de sucatas e ferros, encontrados na rua. “O que era lixo se transformou em objetos de arte”.

Entre as instituições participantes do evento incluem o Cetep, Pirelli, Coelba, Corpo de Bombeiros, o Departamento de Áreas Verdes, da Secretaria de Serviços Públicos, Embasa e Movimento Água e Vida, além de faculdades.