segunda-feira , julho 24 2017
Home / Destaque / Morre idosa agredida por enfermeiro em UTI de hospital

Morre idosa agredida por enfermeiro em UTI de hospital

A idosa de 78 anos, Thereza Aparecida, agredida por um enfermeiro dentro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Servidor Público Municipal, em São Paulo, morreu neste domingo (31). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a idosa morreu ‘por complicações pós-cirúrgicas, como insuficiência renal e cardíaca’.

 O enfermeiro suspeito da agressão continua afastado. A idosa denunciou à família no mês passado que foi agredida durante o período de recuperação pós-cirúrgico. Na semana anterior, ela havia sido submetida à uma cirurgia vascular. De acordo com informações do “G1”, o enfermeiro trabalhava no hospital há 27 anos e, segundo a direção do hospital, nunca havia ocorrido qualquer reclamação a seu respeito.

A idosa foi encontrada pelos filhos com rosto, olho e queixo cobertos de hematomas roxos. “Ele me xingou de tudo quanto foi nome e foi me batendo, e bateu até cansar”, disse Thereza Aparecida em um vídeo gravado por um dos filhos.

 O HSPM disse que Thereza era “uma paciente idosa e com doenças preexistentes que agravavam o quadro clínico geral”. O hospital alega que sua morte se deu por complicações pós-cirurgicas “apesar de todos os esforços da equipe médica”, segundo o jornal Extra. O sepultamento da idosa ocorreu no Cemitério Parque da Cantareira na última segunda-feira.