sexta-feira , julho 21 2017
Home / Cidade / Município propõe a União convênio para a Universidade Aberta de Meio Ambiente

Município propõe a União convênio para a Universidade Aberta de Meio Ambiente

Um convênio para aquisição de material didático e de um automóvel, necessários as atividades da Universidade Aberta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Unamacs), está sendo encaminhado junto ao Ministério do Planejamento, pela Secretaria de Meio Ambiente de Feira de Santana. A proposta já se encontra no Siconv, órgão da pasta relacionada a área de convênios.

Criada recentemente, em meio as comemorações pelo Dia do Meio Ambiente, a Unamacs terá suas atividades desenvolvidas no Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho. A sede da Universidade Aberta será inaugurada dentro em breve. “Será um espaço de disseminação e troca de informações, conhecimentos e experiências sobre a educação socioambiental”, diz a educadora ambiental da Semmam, Elizângela Lucena.

O material didático pleiteado através de convênio ao Governo Federal é destinado a realização de oficinas socioambientais, de compostagem, terrário, horta, minhocário e sistema de captação de energia, a serem desenvolvidas pela Unamacs. O público alvo dessas oficinas é toda a comunidade feirense, especialmente a população interessada no saber socioambiental, incluindo todas as faixas etárias. As atividades pedagógicas vão ser específicas para cada uma delas.

Feira de Santana é primeira cidade do norte e nordeste a adotar a Universidade Aberta. Uma ideia que surgiu em 1969, na Inglaterra. No Brasil, apenas as cidades de São Paulo (UMAPAZ) e Curitiba (UNILIVRE) já possuem. As demais estão situadas em Córdoba, na Argentina, em Costa Rica, assim como na Espanha e Inglaterra.