sábado , setembro 22 2018
Home / Destaque / Primeira Assembleia da Rede Municipal de Feira de Santana tem ampla participação dos trabalhadores em educação

Primeira Assembleia da Rede Municipal de Feira de Santana tem ampla participação dos trabalhadores em educação

Nesta terça-feira, 6, foi realizada a primeira Assembleia da Rede Municipal de 2018, no Espaço Kilogrill em Feira de Santana, com ampla participação dos trabalhadores em educação da rede. Na Assembleia, foi discutida a audiência entre a APLB Feira e o Governo Municipal que ocorreu ontem, 5 de março, a pauta da categoria e esclarecidas as questões sobre os recursos dos Precatórios do FUNDEF, com a participação do Assessor Jurídico da APLB Feira, Maximiliano Ataíde. Em Feira de Santana, o recurso dos Precatórios está previsto para ocorrer em maio ainda deste ano, sendo que seu valor atualizado é de R$ 248.644.454,00. Desse valor 60% dos recursos é de direito dos trabalhadores em educação do Município, como dispõe a Constituição Federal e a Lei que regulamentou o FUNDEF. A APLB através de seus jurídicos está lutando na justiça pela garantia desse direito de toda a categoria.

Durante a Assembleia foram discutidos os pontos da audiência com o Governo Municipal, que fez a proposta de Reajuste para 2018 de 2,8% para ser pago no mês de abril retroativo a janeiro, o restante de 4%. O Governo Municipal alega que as receitas caíram, enquanto as despesas totais com pessoal já estão ultrapassando o limite prudencial de 53,98, logo, o Governo Municipal pediu que a categoria aguardasse o repasse dos precatórios do Fundef, para que a receita do Munícipio aumente, e que o mesmo possa dar o restante do reajuste, bem como resolver a questão da Licença Pecúnia e os 5% da Regência que deveria ser pago desde janeiro deste, para o ensino fundamental II, definido em acordo para o fim da greve de 2017. A categoria neste momento aceitou a proposta do reajuste de 2,8% que vai ser pago no próximo mês de abril retroativo a janeiro, porém deixa claro que  não irá abrir mão dos 4%.

Sobre a Reserva de um terço da carga horária, a Secretária de Educação se comprometeu a rever a portaria 5/2018, que dispõe da Atividade Complementar (AC), em conjunto com uma comissão de trabalhadores em educação, que foi constituída durante a Assembleia de hoje. A Secretária de Educação também informou que a Alteração de Carga Horária de todos os professores que solicitaram inclusive os mais recentes será feita ainda este mês de março.

 A categoria aprovou que continua em estado de mobilização e que vai lutar para garantir o direito aos 60% dos Precatórios do FUNDEF de Feira de Santana, e assegurar todos os  direitos da categoria. Também foi aprovado através de votação, pela categoria, a autorização para o desconto da contribuição Sindical.