segunda-feira , outubro 22 2018
Home / Destaque / Procura por voos domésticos aumentou 1,91% em março

Procura por voos domésticos aumentou 1,91% em março

A demanda por voos domésticos no Brasil subiu 1,91% em março ante mesmo mês de 2017, informou hoje (3) a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Os dados constam do relatório Demanda e Oferta do Transporte Aéreo – Empresas Brasileiras Março de 2018 e mostram ainda que a oferta de assentos pelas companhias apresentou alta de 0,5% em março.

De acordo com a Anac, o resultado aponta para uma alta acumulada de 3,4% no primeiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano anterior, apontado pela agência como de recuperação das atividades do segmento, após forte retração em 2016.

 O relatório mostra ainda que a oferta de assentos pelas companhias aéreas subiu 0,5% em março na comparação com o mesmo mês de 2017 e 2,2% no trimestre. Com isso, o número de passageiros transportados em voos domésticos chegou a 23 milhões no primeiro trimestre, alta de 2,2% na comparação como o mesmo período do ano passado. Em março as companhias transportaram 7,5 milhões de passageiros, 0,5% a mais do que no mesmo mês de 2017.“No acumulado do primeiro trimestre, a taxa de aproveitamento nos voos domésticos também cresceu, atingindo 81,9% dos assentos, com variação positiva de 1,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. No transporte de carga e correio, as empresas aéreas brasileiras registraram alta acumulada de 11% em relação ao mesmo período de 2017 no mercado doméstico”, diz o relatório.

Entre as empresas, a Gol lidera. Em março de 2018, a empresa apresentou 34,1% de participação no mercado doméstico e a Latam obteve 33,1%, representando variações de menos 2,6% e 0,5%, respectivamente, na comparação com o mês de março de 2017, diz o relatório.

A Azul alcançou participação de 18,3% do mercado no mês, enquanto a Avianca respondeu por 14,1% da demanda doméstica. “Gol e Azul apresentaram redução de 0,7% em suas demandas (RPK) no mês. Latam e Avianca apresentaram crescimento, de 2,4% e 13,1%, respectivamente”, diz o documento.

Mercado Internacional

De acordo com o relatório, o destaque ficou por conta da demanda por voos internacionais que apresentou, em março, aumento de 15,6% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Já a oferta teve alta de 18,3% no mesmo período.

No primeiro trimestre, a demanda por destinos internacionais subiu 16,2% na comparação com 2017, enquanto a oferta aumentou 18,8%. Nesse período, foram transportados 2,5 milhões de passageiros em voos internacionais. No mês de março, foram 779 mil passageiros.

Entretanto, a taxa de aproveitamento de assentos nos voos internacionais em março apresentou queda de 2,3% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, ficando em 82,1%. No trimestre, a taxa de ocupação foi de 83,6%, abaixo dos 85,5% registrado um ano antes.

Já o transporte de carga e serviço de correio internacionais registrou, no primeiro trimestre, expansão de 37,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Em março de 2018, foram transportadas 25.865 toneladas, o que representou aumento de 42,1% ante o mesmo mês do ano anterior, o maior nível para o indicador em um único mês desde o início da série histórica em 2000.

A participação de mercado na demanda por voos internacionais no acumulado de janeiro a março teve a Latam na liderança, com 67,6%, seguida pela Azul com 14,4%, depois vem a Gol, com 12,2% e a Avianca com 5,8%.