segunda-feira , abril 23 2018
Home / Destaque / Profissionais aprendem sobre novas normas para aplicação e armazenamento da vacina BCG

Profissionais aprendem sobre novas normas para aplicação e armazenamento da vacina BCG

Técnicos de enfermagem das Unidades Básicas de Saúde passaram por uma capacitação sobre as novas adequações para aplicação e armazenamento da vacina BCG. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira, 27, na Secretaria Municipal de Saúde.

A vacina que estava em desabastecimento, devido problemas na fabricação, já está sendo normalizada. O Ministério da saúde trocou o laboratório responsável pela fabricação, com isso, houve também alteração na dose do imunizante. “A dose que era 0,1 ml, passou a ser 0,05 ml. Continuando da maneira anterior (0,1 ml) apenas para crianças com idade superior a 1 ano”, informa o enfermeiro referência da Rede de Frio, Carlos Henrique Valverde.

Outro alerta importante é sobre a lesão causada pela vacina BCG. Por ser uma reação normal, a lesão não pode sofrer interferência. “As mães não devem passar pomada ou cutucar, qualquer atitude dessas pode interromper o processo de cicatrização”, explica Carlos Henrique .

Durante a capacitação, os profissionais foram orientados acerca das reações adversas que podem ocorrer após a aplicação da BCG ou de qualquer outra vacina. Segundo a referência técnica, é importante deixar o paciente consciente sobre o retorno a unidade para notificar qualquer ocorrência. ”Algumas pessoas apresentam manchas avermelhadas. Neste caso ou em casos mais graves, devemos seguir o protocolo”, ressalta.

Além do manejo, outro cuidado imprescindível é o armazenamento correto dos imunizantes. A temperatura do frio na geladeira da unidade deve ser observada com frequência e reiniciada no termômetro sempre que necessário. “Isto garante que o desperdício de doses seja evitado”, alerta.