sexta-feira , setembro 21 2018
Home / Destaque / PT tem dez dias para indicar substituto de Lula

PT tem dez dias para indicar substituto de Lula

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral votaram por barrar a candidatura do ex-presidente Lula em sessão extraordinária de mais de 11 horas. Com base na Lei da Ficha Limpa, 6 dos 7 magistrados entenderam que Lula é inelegível. A Corte decidiu que o PT tem dez dias para indicar o substituto do ex-presidente. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, deve ser oficializado como o candidato do partido ao Planalto, com Manuela D’Ávila como vice da chapa. Inicialmente, havia sido deliberado que, enquanto não houvesse a troca, a legenda não poderia fazer campanha nem utilizar o tempo de rádio e TV.

Já na madrugada de sábado, ao final da sessão, os ministros se reuniram por cerca de 30 minutos e decidiram voltar atrás na decisão de proibir a propaganda eleitoral do PT, atendendo a um pedido da defesa. O partido poderá utilizar seu tempo em rádio e TV, desde que Lula não apareça como candidato. O registro da candidatura do petista foi alvo de 16 contestações de adversários e da Procuradoria-Geral Eleitoral. Votaram por negar o registro da candidatura o relator do processo, Luís Roberto Barroso, e os ministros Jorge Mussi, Og Fernandes, Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira e Rosa Weber, presidente do TSE. O único a votar a favor foi Edson Fachin. Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde 7 de abril, após ser condenado em segunda instância na operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.