quarta-feira , outubro 17 2018
Home / Destaque / Relatório da Coreia do Sul indica testes em reator norte-coreano

Relatório da Coreia do Sul indica testes em reator norte-coreano

Autoridades da Coreia do Sul iniciaram preparativos nesta sexta-feira para uma cúpula que acontecerá no próximo mês com a Coreia do Norte, com o objetivo de reduzir tensões na península. Um relatório sul-coreano indicou que Pyongyang provavelmente começou a testar um reator nuclear no final de fevereiro.

O relatório, realizado por analistas de inteligência do grupo Jane’s by IHS Markit, aponta que imagens de satélite do dia 25 de fevereiro mostraram emissões de gases não condensáveis no reator de água leve experimental da Coreia do Norte no centro de pesquisa de energia atômica Yongbyon, sugerindo que testes preliminares provavelmente haviam começado.

O reator pode ser utilizado para produzir plutônio de grau de armas, mas acredita-se que a Coreia do Norte já tenha materiais físseis suficientes para múltiplas bombas nucleares, de acordo com Joshua Pollack, pesquisador associado ao Middlebury Institute of International Studies, nos Estados Unidos.

No início de março, a Coreia do Norte afirmou que pararia seus testes nucleares se houvesse diálogo com os Estados Unidos. Pouco depois, o presidente americano, Donald Trump, aceitou o convite entregue por uma delação sul-coreana para que ele se encontrasse pessoalmente com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

A reunião entre as duas Coreias que deve ocorrer em abril é um “encontro prévio” para a reunião Trump e Kim. Na ocasião em que o convite foi aceito pelo presidente americano, o líder sul-coreano, Moon Jae-in, elogiou a “coragem e sabedoria” de ambos países e chamou o evento de “marco histórico”.