terça-feira , junho 27 2017
Home / Cidade / SESP pretende ampliar coleta seletiva em Feira de Santana

SESP pretende ampliar coleta seletiva em Feira de Santana

Com o intuito de reduzir a quantidade de lixo e proporcionar oportunidades de trabalho e renda a pessoas de baixo poder aquisitivo, a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), vem intensificando estudos e reuniões para ampliação da coleta seletiva, que é o recolhimento dos materiais que são possíveis de serem reciclados.

De acordo com o secretário da SESP, Justiniano França, a coleta seletiva de resíduos sólidos, como plásticos, vidros, metais, isopores e papeis, já acontece regularmente no município de Feira de Santana em 17 órgãos municipais e nos conjuntos Milton Gomes, José Falcão e Centenário.

Ele informou também que o material reciclável coletado é encaminhado para cooperativas de reciclagem, a exemplo da Cooperativa dos Badameiros de Feira de Santana (COOBAFS) e Associação Regional dos Trabalhadores(as) em Materiais Recicláveis de Feira de Santana (ARTEMARES). “Vale salientar que o material coletado da operação ‘Bota Fora’ também é destinado a cooperativas”, disse.

Justiniano fez questão de salientar que a coleta seletiva é de grande importância para o desenvolvimento sustentável, “uma vez que a reciclagem é uma atividade econômica com benefícios sociais e ambientais”.

Partindo desse pressuposto, o secretário disse que a SESP tem buscado ampliar a coleta seletiva em todo o município. “Nessa nova etapa, nós estamos discutindo o projeto da coleta, em assembleias, com representantes de condomínios residenciais e de cooperativas. Temos feitos várias reuniões com esta finalidade e, inclusive, neste mês de junho,  alguns encontros já estão agendados. Na próxima terça-feira, às 19h30, por exemplo, vamos nos reunir com representantes da COOBAFS, síndico e moradores do Condomínio Azul Ville Duo, no bairro Papagaio. Também já está programada para aquela localidade uma reunião no Condomínio Viva Mais”.

Justiniano acrescentou que, nos meses subsequentes, serão visitados os condomínios dos bairros SIM, Santa Mônica e Santo Antônio dos Prazeres, visando à implantação da coleta seletiva nestas localidades.