quinta-feira , dezembro 13 2018
Home / Destaque / Sete dicas simples e eficazes para driblar o aumento do gás

Sete dicas simples e eficazes para driblar o aumento do gás

Em tempos de crise, quem consegue reinventar hábitos diminui as chances de sufoco. Isso inclui o consumo do gás de cozinha, que sofreu um recente reajuste de 12,2% no valor cobrado pelo botijão.

Ciente disso e sempre em busca de facilitar a vida do consumidor, o aplicativo Chama, ferramenta que conecta revendedores de botijões de gás a clientes, elencou uma série de dicas preciosas para ajudar a driblar a crise e fazer com que o gás dure mais nos lares brasileiros.

“Usar as panelas certas, não utilizar a boca grande do fogão para panelas pequenas e usar o tempo mínimo necessário para aquecer o forno, são alguns hábitos simples que, no fim, fazem o gás render muito mais”, explica Otávio Tranchesi, diretor de marketing do aplicativo Chama.

O executivo afirma que além do bom uso do botijão, é fundamental que o consumidor busque na sua região onde comprar pelo menor preço. “A pesquisa é a melhor arma para o consumidor. E é isso que o aplicativo oferece. Na zona leste de São Paulo, por exemplo, no mês de junho, o botijão de gás foi comercializado entre R$ 61,50 e R$ 88. Quem pede pelo telefone disponível fica sem saber disso – algo que não acontece com quem usa o Chama, pois pode escolher o melhor preço, o tempo de entrega e o revendedor melhor avaliado”.

Pensando no bem estar do bolso do consumidor, os especialistas do aplicativo Chama elencaram sete dicas simples e eficazes para driblar o aumento do gás.

1 – Atenção com as chamas: Se elas surgirem amareladas ou alaranjadas, é sinal que os bocais não estão funcionando devidamente – o que implica no maior gasto de gás. O ideal é que as chamas sejam azuis.

2 – Use a tampa da panela: O preparo de pratos como macarrão, por exemplo, permite que o cozimento seja feito com o fogo desligado ao usar a tampa. Para isso, basta deixar a água ferver, adicionar a massa, desligar o fogo e tampar.

3 – Forno fechado e cheio: Abrir e fechar a porta do forno muitas vezes é a receita para o desperdício de gás. Tente observar os alimentos utilizando a luz interna e, sempre que possível, asse mais de um alimento ao mesmo tempo.

4 – Janelas fechadas na cozinha: Correntes de ar diminuem a potência das chamas e, assim, aumentam o tempo necessário de cozimento. Por isso, na hora de cozinhar, feche portas e janelas.

5 – Use a panela de pressão: Se a receita permitir, não se acanhe e faça uso da panela de pressão. Além de mais econômica, ela acelera o cozimento e potencializa o tempero dos alimentos.

6 – Corte em pedaços menores: Alimentos cortados em partes pequenas cozinham mais rápido, fazendo com que o gás seja menos utilizado.

7 – Celular na mão: Acabou o gás? Não esquente e use o aplicativo Chama, que é gratuito, para descobrir o melhor preço no seu bairro. Sua carteira agradece.

“Não é apenas uma questão de economia, é sobre fazer seu dinheiro valer. E neste caso a melhor economia é feita na hora da compra com o Chama”, afirma Tranchesi.