sábado , julho 22 2017
Home / Cotidiano / SMS realiza 3º Encontro de Mães de bebês com Microcefalia

SMS realiza 3º Encontro de Mães de bebês com Microcefalia


Mães de crianças com microcefalia tiveram uma programação especial nesta quarta-feira, 17. A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemológica promoveu o 3º Encontro de Mães Recém-Nascidas, a iniciativa faz parte do Grupo Aconchego que oferece total assistência a esse público.

Uma tarde de troca de experiências e confraternização, a programação contou com momento de beleza, roda de conversa e orientação pela Defensoria Pública da União.

O vice-prefeito Colbert Martins marcou presença no evento e deixou claro que a prefeitura continuará dando total apoio para o tratamento dessas crianças. Colbert ressaltou a necessidade de se fazer uma busca ativa para identificar mais crianças que possuem a microcefalia, para que todos possam ter uma assistência social completa.

“Um dos problemas que temos, é que várias crianças que possuem a microcefalia apresentam convulsões, e algumas dessas não estão cedendo com o uso de medicamentos disponibilizados. Se não houver controle com os medicamentos oferecidos, essas crianças têm direito sim há que tenhamos acesso a medicamentos de maior complexidade, e faremos o que for necessário para ajudar a resolver”, afirmou o vice-prefeito.

O problema de convulsão tem afetado muitas dessas crianças, o Arthur é uma dessas que é acompanhado pelo Grupo Aconchego. A criança que possui microcefalia chega a ter várias convulsões por dia e vários medicamentos não conseguem controlar. A mãe, Erika Macedo está recorrendo na justiça através de uma liminar para o uso do canabidiol, medicamento feito à base de maconha que já é reconhecido pela Anvisa.

Para tirar dúvidas das mães a respeito do assunto, o defensor público federal Diego Bruno Alves esteve presente no evento. Diego explica que “no caso do Arthur conseguimos a liminar através do relatório médico completo que recomenda o uso do canabidiol e comprova que outros medicamentos não estavam controlando as crises, a persistência dos pais também é fundamental no processo”. O defensor público ainda se colocou a disposição para explicar aos pais das crianças sobre direitos a assistência e benefícios.

A coordenadora da Viep, Francisca Lúcia falou sobre a importância do evento. “Uma iniciativa que não visa apenas homenageá-las, mas também responder dúvidas e questionamentos dessas mães. Estamos sempre buscando dar uma atenção especial para essas famílias”, ressalta.

Ao fim da roda de conversa, foi apresentado o psicólogo Carlos Kruschewsky que também estará acompanhando pais e crianças do grupo. A programação foi finalizada com confraternização em comemoração ao Dia das Mães.