segunda-feira , julho 24 2017
Home / Destaque / Startup baiana está entre os 22 Casos de Inovação do Brasil

Startup baiana está entre os 22 Casos de Inovação do Brasil

Mudar a difícil realidade enfrentada nos portos brasileiros com a falta de informações e previsões que permita a carga e descarga de navios de maneira segura. Esse foi o desafio aceito pela Preamar, startup incubada no Parque Tecnológico da Bahia, que, de acordo informação divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), está entre os 22 Casos de Inovação do Brasil, sendo o único na Bahia). Tudo isso em decorrência da ideia de criar um software de gestão portuária – o Sistema de Observação e Modelagem Costeira (SOMC).

A ferramenta desenvolvida pelos quatro sócios da Preamar, todos formados em Oceanografia pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), é um sistema de informação que permite avaliar riscos para facilitar as manobras de um navio em determinado porto. Os sócios Mateus Lima e Bruno Balbi afirmam que no terminal de Cotegipe, o SOMC permitiu reduzir em 53% o tempo de espera dos navios, o que representa, pelo menos, US$ 2 milhões de economia em cada safra.

O terminal e a praticagem podem utilizar o sistema. “Apesar de ser a mesma tecnologia de gerar dados e fazer previsões, o prático precisa de informações que o terminal não precisa. Logo, são ferramentas diferentes. No prático, tem informação de qual o risco em toda navegação até o chegar ao porto. O porto quer saber quanto que ele carrega mais, então existe uma ferramenta da gestão do carregamento”, explica Balbi.

A startup planeja o futuro. Segundo Balbi, “ser reconhecido pela CNI e Sebrae [Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas] é algo que nos faz perceber que estamos no caminho certo. A credibilidade aumentou muito e estamos usando isso a nosso favor. Acabamos de fechar um investimento com um grupo de capital de risco de São Paulo. Junto com eles, vamos colocar a estratégia comercial pra frente, a fim de conquistar clientes e, a partir do ano que vem, internacionalizar a ferramenta. A ideia é conquistar o mundo”.

Como funciona o SOMC

O Sistema de Observação e Modelagem Costeira (SOMC inclui, no modo de observação, a instalação de equipamentos no porto, permitindo a coleta de dados em tempo real, como maré, onda, corrente, ventos e precipitação. Já o modo de previsão serve-se de dados de domínio público, como os fornecidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Com estas informações, o SOMC transforma dados complexos em uma linguagem de fácil entendimento por parte do usuário.