segunda-feira , julho 22 2019
Home / Destaque / Suspeita de mandar matar mulher do ex-marido tem prisão preventiva expedida

Suspeita de mandar matar mulher do ex-marido tem prisão preventiva expedida

A mulher suspeita de mandar matar a professora Élida Márcia de Oliveira, de 32 anos, em Juazeiro, no norte da Bahia, teve a prisão preventiva expedida pela Justiça da Bahia. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta sexta-feira (05), mas a decisão foi tomada na quinta (04). A mulher está foragida.

Segundo informações da polícia, os principais suspeitos de serem os mandantes do crime são a ex do companheiro da vítima e o pai da suspeita. Eles dois e o suspeito de dirigir o veículo que levava o autor do disparo foram denunciados pelo Ministério Público (MP-BA), na terça (02). Conforme o MP, todos devem responder por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima.

De acordo com a polícia, a professora foi morta com cerca de cinco tiros no momento em que estava dentro do carro com o atual companheiro dela e a filha do casal, de 2 anos. O homem chegou a se ferir com os estilhaços do vidro do veículo. O crime aconteceu em fevereiro deste ano.

O pai da suspeita foi detido em março. O homem acusado de ter dirigido a motocicleta que transportava o atirador também foi detido. O suspeito de disparar os tiros está foragido. Ainda conforme a polícia, o marido de Élida, Lázaro, e a ex tinham terminado o relacionamento em outubro do ano passado, no entanto, ela não se conformava com o término.