terça-feira , agosto 14 2018
Home / Cidade / Transporte urbano de passageiros retorna à normalidade gradativamente em Feira de Santana

Transporte urbano de passageiros retorna à normalidade gradativamente em Feira de Santana

Gradativamente, o transporte de passageiros por meio de ônibus voltou à normalidade em Feira de Santana desde as primeiras horas hoje, 31, após criteriosa avaliação e ações da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e órgãos parceiros.

Metade da frota do transporte urbano das empresas Rosa e São João operou neste feriado de Corpus Christi. Já nesta sexta (1º) e sábado (2) a oferta de ônibus ao usuário feirense aumenta para 70 por cento em horários de pico (8h às 12h e 17h às 19h) reduzindo apenas a 60 por cento nos demais horários.

Segundo o secretário da pasta, Saulo Figueiredo, foi otimizado o transporte para passageiros nos distritos de Humildes (linha 032), Matinha (linha 121 – alimentador), São José via Fazenda Morro (linha 123 – alimentador) com reforço no número de ônibus, inclusive com atendimento extra para a Procissão de Corpus Christi.

“Estamos trabalhando com toda energia e mantendo com o prefeito Colbert Martins Filho e demais órgãos municipais reuniões diárias por meio do ‘gabinete de crise’, estabelecido especialmente para tratar de questões essenciais do município durante as paralisações”, explica o secretário.

Já no domingo (3), dia em que o Fluminense de Feira enfrenta o Moto Club/MA pela 2ª fase do Campeonato Brasileiro da Série D, às 16h, no Estádio Joia da Princesa, será disponibilizada metade de toda a frota para atender aos passageiros do município.

“O torcedor ainda terá uma linha especial com dois veículos saindo do Terminal Central/Estádio Joia da Princesa, a partir das 14h, com encerramento às 19h”, explica Rodolfo Ferreira, diretor municipal de Transportes Públicos.

Operação normalizada

Após a forte de crise de abastecimento de combustível que afetou o país, a cidade na segunda-feira (4) volta a ter o serviço de transporte urbano circulando com 100 por cento da frota em todos os horários nos bairros e distritos.

Durante o período de paralisações, diversas medidas foram adotadas de forma preventiva pela SMTT para garantir que o serviço não sofresse um contingenciamento maior.

“Como adotado nas grandes cidades brasileiras, fizemos um acompanhamento dia a dia que envolveu toda a nossa equipe dialogando com órgãos e instituições envolvidos diretamente com a administração dos efeitos da paralisação dos caminhoneiros, como a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e a Via Feira”.