domingo , julho 22 2018
Home / Cidade / Vacinação contra a influenza começa dia 23

Vacinação contra a influenza começa dia 23

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza acontecerá em Feira de Santana no período de 23 de abril a 01 de junho, sendo 12/05 o dia D de mobilização nacional. Este ano a meta é vacinar 90% dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Durante o período da campanha, tem direito a vacina crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias pós parto), idosos com 60 anos ou mais. Também podem ser vacinados funcionários da área da saúde, indígenas, população e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, em exceção ao portador da hipertensão sem comorbidade, e professores da rede pública e privada.

A vacina é a medida mais eficaz para prevenção do vírus da gripe, causador da síndrome respiratória aguda grave (Srag). Além de segura, a imunização também é importante para evitar complicações, internações e mortalidade decorrente das infecções causadas pelo vírus da doença.

Profissionais de saúde estão sendo capacitados

A Secretaria Municipal de Saúde tem investido na capacitação dos profissionais que vão atuar na campanha. O treinamento, que tem o período de três dias, teve inicio nesta segunda-feira, 9, no auditório Dr. João Batista Cerqueira. Enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família estiveram presentes.

Alérgicos a proteína do ovo não podem ser vacinados

Durante a capacitação, o técnico referência Carlos Henrique Valverde alertou para as contraindicações. “Pessoas alérgicas a proteína do ovo ou que já tiveram reação anafilática prévia na aplicação de outra dose não devem se vacinar. Já em caso de uso de outros medicamentos, não há contraindicações para aplicação da vacina, mesmo se for outro imunizante a ser aplicado na mesma ocasião, o cuidado que se deve ter é injetar em outro local”, explica.

Pessoas que desejam realizar doação de sangue também devem ficar atentas. “É necessário que após a aplicação da vacina,  aguarde um tempo mínimo de 48 horas”, informa.