sexta-feira , dezembro 14 2018
Home / Destaque / Vitória é goleado em casa na ida da final do Brasileiro Sub-20

Vitória é goleado em casa na ida da final do Brasileiro Sub-20

O Palmeiras mostrou que não tem tantos jogadores na seleção brasileira sub-20 à toa. Nesta quinta (18), na partida de ida da decisão da Campeonato Brasileiro Sub-20, o alviverde goleou o Vitória por 4×1 no Barradão. A partida de volta acontece na próxima quinta, dia 25, às 19h15, em São Paulo. O Leão precisa vencer por quatro gols de diferença para ser campeão. Caso marque cinco gols no Allianz Parque, a diferença poderá ser de três gols (5×2 em diante).

A primeira chance de perigo foi do Vitória e veio logo em dose dupla. Aos 9, o goleiro palmeirense Anderson vacilou e Rafael roubou a bola. Ele ajeitou para Caíque, que bateu de fora mas o arqueiro paulista pegou fácil. Na saída de bola, o Leão roubou e, após cruzamento, Eron não conseguiu chegar.

O Palmeiras respondeu com mais perigo. Papagaio recebeu bela passe e, sozinho, bateu para fora. Foi o ensaio. Aos 20, Paulo Vitor permitiu a roubada de bola de Matheus Neris, que achou Luan Candido de frente pro gol. O meia bateu forte e fez 1×0 para o alviverde.

A partida ficou mais pegada e o Leão tentava empatar a todo custo, mas pouco ameaçava o gol de Anderson. Pior, no final do primeiro tempo, acabou levando uma ducha de água fria.

Aos 43, Luan Cândido achou o ex-rubro-negro Yan. Ele enganou a marcação e o goleiro Lucas e não foi fominha. Rolou para o lado, aonde estava Papagaio, que, absolutamente sozinho, só empurrou para o fundo gol, ampliando para 2×0.

O Leão até voltou do intervalo fazendo barulho e exigiu boa defesa de Lucas logo aos 4. Mas três minutos depois, Vitinho deu belo passe para Papagaio chutar com força, no ângulo, e praticamente matar o confronto: 3×0 para o Palmeiras.

Aos 17, uma esperança. Gabriel Furtado fez pênalti em Eron e levou cartão amarelo. Reclamou muito e levou o vermelho. Na cobrança, Caíque diminuiu para 3×1 e o Leão se lançou ao ataque. Hebert arriscou de longe, Anderson bateu roupa, mas Eron chutou o rebote para fora.

Edi Carlos, de longe, e Eron ainda tentaram, mas foi o time paulista que marcou. Wesley achou Anibal, que saiu na cara do gol e fez 4×1. Na comemoração, Wesley acabou expulso por provocar a torcida. Alguns torcedores invadiram o campo e um deles agrediu um jogador do Palmeiras, sendo detido pela Polícia Militar ainda em campo. E assim terminou o jogo.