segunda-feira , julho 23 2018
Home / Destaque / Voluntárias entregam R$ 415 mil para construção de ala do Aristides Maltez

Voluntárias entregam R$ 415 mil para construção de ala do Aristides Maltez

Tendo em comum a vontade de fazer o bem, as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) e Bell Marques arrecadaram R$ 415 mil em um show beneficente realizado em janeiro, no Teatro Castro Alves (TCA). Na manhã desta segunda-feira (9), o cantor e a primeira-dama e presidente da entidade, Aline Peixoto, entregaram o cheque com a quantia, que irá garantir a construção de uma nova ala do Hospital Aristides Maltez (HAM).

“Quando pessoas boas se juntam a gente consegue realizar a obra e é isso que está acontecendo com o Aristides. Como primeira-dama, tenho a oportunidade de ajudar pessoas e essa foi a forma que encontrei de agradecer pela saúde da minha família”, emociona-se Aline Peixoto.

Depois de comandar o Forró Solidário das Voluntárias Sociais da Bahia, em 2017, e arrecadar R$ 764 mil, Bell fez um show beneficente que marcou os 40 anos do Bloco Camaleão, em 18 de janeiro de 2018. Juntos, os dois concertos somaram quase R$1,3 milhão que serão aplicados na construção de uma nova torre no Hospital Aristides Maltez, referência nacional no tratamento oncológico.

“Estou muito feliz! Fiquei surpreso com o valor arrecadado com esses dois eventos que fizemos e tenho certeza que conseguiremos ainda mais ajuda nos outros que virão. Parabenizo as Voluntárias, em especial a Aline Peixoto, por essa garra e vontade de querer promover transformação na vida das pessoas”, destaca Bell Marques.

Além de fazer a festa nas ruas, o Bloco Camaleão vai levar alegria para quem mais precisa. “Poder comemorar os 40 anos do Camaleão e dar um presente a Salvador, beneficiando uma entidade como o Aristides Maltez não tem preço”, assegura Geraldo Albuquerque, diretor do Camaleão.

Modernização

O local que irá abrigar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cirúrgica, com 16 novos leitos, sendo 10 exclusivos para pacientes cirúrgicos, já passou por demolições para a construção da nova estrutura. Toda a intervenção está prevista para ficar pronta em oito meses.

“Esse importante papel que as Voluntárias Sociais tem desempenhado vem garantindo a continuidade e modernização do HAM, que passará a ter uma sala de cirurgia robótica, graças ao montante arrecadado com os shows”, comemora o presidente do Hospital, o professor Aristides Maltez.

De acordo com a administração da unidade hospitalar, o Aristides Maltez, recebe, diariamente, três mil pessoas, todas oriundas do Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital é referência no tratamento oncológico. Em funcionamento desde 1952, o HAM possui, atualmente, 208 leitos. Destes, 10 pertencem à UTI Humanizada e outros 18 à Unidade de Oncologia Pediátrica.