quinta-feira , outubro 17 2019
Home / Cultura e Artes / Arte na Avenida preenche a manhã de domingo na Getúlio Vargas

Arte na Avenida preenche a manhã de domingo na Getúlio Vargas

Sentado num tamborete, o artesão Eraldo Costa Neto [foto abaixo], que também é professor da UEFS, tranquilamente respondia as perguntas sobre as origens das coloridas mandalas e o filtro de sonhos, feitos com fio de lã e outros objetos que expunha espalhados sobre a grama do passeio da avenida Getúlio Vargas.

Foi um dos mais de 180 expositores – todos devidamente cadastrados – que neste domingo, 6, participaram de mais uma edição do Projeto Arte na Avenida, realizado pela Prefeitura de Feira de Santana por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer.

“Estas mandalas e mandala de filtros de sonhos são usados por índios mexicanos e americanos”, explica o artesão, que participou do projeto pela primeira vez. Afirma que a iniciativa está levando a avenida várias formas de manifestação artística.

Afirmou que a cidade estava precisando desta iniciativa. “Além da possibilidade de vendas no local, as pessoas que por aqui passam ficam sabendo onde encontrar um produto, quando precisar dele, bem como os artistas mostram seus trabalhos”.

A artesão Aglaia Muritiba faz santos, bonequinhos e outros produtos de tecido e define o projeto como uma porta grande e aberta para os artistas. “Não apenas o número de artesão cresceu, mas de público, também. E a tendência é crescer ainda mais. Se tornar uma tradição”.

Bonecos coloridos feitos com cabaça e tinta foram mostrados pela artesã  Marta Sandra. Para ela, apresentar seu trabalho ao público é tão importante quanto vende-los. “O espaço é muito interessante e as pessoas parecem querer conhecer o que é mostrado aqui”.

O espaço que se espalha por dezenas de metros no canteiro central da avenida não é apenas interessante. É democrático, vista a variedade de produtos lá mostrada, de doces, bolos, bonecos, quadros, fotografias. Em comum é que são produzidos por quem está vendendo.

Um vaso com uma plantinha verde foi comprada na avenida por Milena Pardo, que elogiou o projeto. “Além de mostrar o tudo de belo que os nossos artesãos produzem, este evento está preenchendo o ócio do domingo em Feira de Santana. As pessoas passaram a ter um lugar interessante para ir”.