segunda-feira , novembro 11 2019
Home / Cidade / Até maio, Prefeitura apreendeu 177 aparelhos devido a som alto

Até maio, Prefeitura apreendeu 177 aparelhos devido a som alto

Nos quatro primeiros meses deste ano, a Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Meio Ambiente, já apreendeu 177 aparelhos de som, durante as blitzen que são realizadas aos finais de semana ou por denúncias de cidadãos que se sentem incomodados devido ao som acima do permitido por lei.

A quantidade apreendida em 2019 corresponde a 83% das apreensões registradas no ano passado, que foram 211. Em 2017, este número chegou a 232. Os equipamentos ficam sob a responsabilidade da Semmam enquanto a Justiça decide o destino deles.

Se são devolvidos aos donos ou se são destruídos – como já aconteceu uma vez na cidade, quando um rolo compressor passou sobre centenas destes equipamentos, na praça João Barbosa de Araújo, a praça do Fórum.

“A poluição sonora é um dos mais graves problemas ambientais da cidade e que a gente enfrenta com veemência. Basta ver os números”, afirmou o secretário Arcênio Oliveira. “E os abusos são constatados tanto em automóveis como em residências”.

Permite-se que o nível sonoro chegue a 70 decibéis, entre as 7h e 22h e 60 db entre 22h e 7h. Os fiscais da Semmam fazem a medição usando um decibelímetro.

Outro problema, disse o secretário, é a quantidade de caixas de som colocadas à frente das lojas com o objetivo de chamar a atenção dos clientes que passam à porta destes estabelecimentos. Estes equipamentos são alvo de apreensões por incomodar as pessoas.

As blitzen são realizadas pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho com o apoio da Polícia Militar e Polícia Civil, Guarda Municipal, Ministério Público e SMT (Superintendência Municipal de Trânsito).