segunda-feira , julho 15 2019
Home / Destaque / Comissão rejeita destaque que estendia regras das Forças Armadas a policiais

Comissão rejeita destaque que estendia regras das Forças Armadas a policiais

A Comissão Especial da Reforma da Previdência rejeitou nesta quinta (04) o destaque apresentado pelo Podemos que estendia as regras previstas para as Forças Armadas a policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais civis, policiais militares e outros agentes de segurança.

O destaque garantia integralidade e paridade para os profissionais de segurança pública, com idade mínima de aposentadoria aos 53 anos para homens e 52 anos para as mulheres.

O relator da reforma, Samuel Moreira (PSDB), pediu a rejeição argumentando que não havia orçamento para estender a regra especial a tantas categorias.

O relatório da reforma da Previdência foi aprovado no começo da tarde na Comissão Especial, por 36 votos a 13.

Policiais baianos protestam

Insatisfeitos com a proposta de aposentadoria para a categoria, policiais civis baianos protestam em Brasília desde a última terça-feira (2°).

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc), Estácio Lopes, informou que novas manifestação serão realizadas até sexta (5).

“Essa mudança não vale pra gente. Os policiais civis e federais e outros profissionais de segurança vão continuar com os atos esta semana. Ontem, a gente foi  na porta do presidente para chamar ele de traidor, porque ele nos abandonou. Estamos com a pior aposentadoria. Com a aprovação da reforma da Previdência, iremos receber o valor correspondente a 60% do salário,” declarou o sindicalista.

Fonte: Bahia.ba