domingo , julho 21 2019
Home / Destaque / Dois projetos musicais promovem bem estar de pacientes com câncer

Dois projetos musicais promovem bem estar de pacientes com câncer

Menos ansiedade, menos dor e fadiga e mais qualidade de vida para os pacientes com câncer. Esses são alguns dos benefícios que a música propicia para as pessoas em tratamento oncológico. As propriedades terapêuticas da música já foram atestadas por inúmeras pesquisas cientificas no mundo todo. Para promover o bem estar dos pacientes, o NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia) – Grupo Oncoclínicas criou e mantém dois projetos: o “Música no NOB” e o “Coral Amigos do Bem”. Os pa­cientes oncológicos, familiares e colaboradores participam semanalmente do projeto “Música no NOB”, na sede da clínica, em Ondina, com a presença de integrantes da escola de música da Orkestra Rumpilezz, grupo de música popular instrumental – sopro e percussão. Duas vezes por semana, os músicos circulam pelos diversos ambientes da unidade, apresentando seu repertório e também músicas pedidas pelos próprios pacientes.

Segundo a mé­dica da equipe de Cuidados Continuados do NOB, Ana Maria Ribeiro, “além de criar um ambiente mais leve e harmônico nos locais onde são realizados os tratamentos de quimio­terapia, por exemplo, a música influencia posi­tivamente no controle de sintomas, inclusive na dor, e proporciona melhorias psicoemocionais nos pacientes”.

O repertório é envolvente e varia conforme a época do ano, com canções de Carnaval, São João e outros estilos musicais pedidos pelos próprios pa­cientes e colaboradores.

Além de reduzir a ansiedade, o desconforto, a dor e a fadiga, a música pode melhorar o ritmo respiratório, a pressão arterial e a frequência cardíaca, ou seja, tem um importante papel para o bem estar geral e ajuda no enfrentamento da doença e do tratamento.

Na unidade do NOB em Lauro de Frei­tas, o Coral Amigos do Bem, formado por cerca de vinte pacientes oncológicos e familiares, se reúne uma vez por semana para ensaiar. Quem passa pelos jardins da clínica pode apreciar as canções do coral, regido pelo maestro Carlos Bernas. O grupo ensaia para apresentações internas e externas, em eventos em vários locais de Salvador. “Cantar é terapêutico, além de promover inte­ração social e uma importante troca de experiên­cias entre os participantes do grupo. Temos exem­plos de pacientes que apresentaram melhoras psicológicas após integrarem o coral, amenizando até mesmo quadro de depressão”, afirma a psicó­loga da equipe do NOB, Juliana Beltrão.

Sobre o NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia)

O NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia) integra o Grupo Oncoclínicas, que reúne mais de 60 unidades de referência no tratamento oncológico no país. Fundado em 1992, o NOB tem sua sede na Avenida Ademar de Barros, 123, no bairro de Ondina, em Salvador, e conta também com unidades em Lauro de Freitas, Centro Médico do Hospital Aliança e Centro Médico do Hospital da Bahia, tendo como missão o acolhimento e a saúde integral do paciente oncológico. Para isso, conta com um corpo clínico formado por diversos especialistas, dentre oncologistas, hematologistas, reumatologistas, algologistas (tratamento da dor), nutricionistas e psicólogos que atuam juntos de forma multidisciplinar, com foco no atendimento humanizado e individualizado para garantir o melhor para o paciente. Sua equipe é altamente qualificada e comprometida com o aprimoramento contínuo.

A instituição possui um centro de pesquisa com inúmeros estudos clínicos desenvolvidos ao longo de anos, o que representa uma arma na luta contra o câncer e traz para a população novas tecnologias no combate à doença. Além disso, conta com a parceria de um centro de referência mundial em tratamento do câncer, o Dana Farber Cancer Institute, afiliado a Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos.