quarta-feira , outubro 16 2019
Home / Destaque / Em carta ao presidente da OAB, Lula diz que Bolsonaro revela ‘caráter covarde’

Em carta ao presidente da OAB, Lula diz que Bolsonaro revela ‘caráter covarde’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PSL), preso em Curitiba, enviou nesta terça-feira (30) uma carta aberta solidarizando-se com Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), após ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) à memória do pai do dirigente.

Na segunda (29), Bolsonaro disse que poderia explicá-lo como Fernando Augusto Santa Cruz de Oliveira desapareceu durante a ditadura militar (1964-1985). Em seguida, afirmou que Fernando foi morto por correligionários na década de 1970, versão contrária à oficial, na qual há reconhecimento da responsabilidade do Estado no sequestro e desaparecimento de Fernando em 1974.

“Quero me solidarizar com você e sua família pelo cruel desrespeito que os atingiu no dia de ontem. Só quem suportou o sofrimento de perder um ente querido, sem ter sequer o direito de velar seu corpo, poderá avaliar a dor que vocês sentem nesse momento. É como se violentassem o seu pai mais uma vez e, junto com ele, todas as vítimas da ditadura”, escreveu Lula.

Em outro trecho do texto, Lula afirma que Bolsonaro “revela seu caráter covarde” ao “atacar os mais frágeis e os que nem podem mais se defender”.

Na carta, Lula ainda disse a Santa Cruz que “a imensa maioria do povo brasileiro ama a paz e a democracia” e que sempre irá “reverenciar nossos verdadeiros heróis”, algo que “os tiranos não conseguem suportar”.

Fonte: Bahia.Ba