segunda-feira , julho 15 2019
Home / Destaque / Ex-presidente Lula processa mulher que comemorou morte de seu neto

Ex-presidente Lula processa mulher que comemorou morte de seu neto

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde abril de 2018, entrou com um processo de indenização contra Alessandra Strutzel. O motivo? A blogueira comemorou no Facebook a morte do neto do político, Arthur Lula da Silva, de sete anos,  em março deste ano.

Ao compartilhar a notícia do óbito, Alessandra escreveu “Pelo menos uma notícia boa”. Em seguida, em novo post, comentou: “Se nem ele está triste por que eu estaria?”, em referência a uma foto de Lula sorrindo ao lado de policiais federais na sede da PF no Paraná.

Na petição, escrita por oito advogados, incluindo o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão e a deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, a defesa afirma que a mulher violou a dignidade da pessoa humana. “Ao atingir a honra do requerente (Lula), a requerida cometeu ato ilícito, ferindo direitos subjetivos privados, devendo, portanto, responder pelos danos causados”.

O pedido de indenização é de cinquenta salários mínimos, o equivalente a cerca de 50 000 reais. “Uma lesão de cunho psicológico jamais pode ser plenamente reparada por intermédio de bens materiais, mas o requerente não deve ficar desguarnecido de proteção jurídica”.