quarta-feira , outubro 16 2019
Home / Destaque / Na 41ª Semana Espírita, Divaldo Franco defende que “a felicidade começa nos nossos atos”

Na 41ª Semana Espírita, Divaldo Franco defende que “a felicidade começa nos nossos atos”

Um público de aproximadamente 1.200 pessoas lotou o Ginásio de Esportes do Colégio Castro Alves na manhã deste domingo, 15, para assistir à conferência do escritor, orador e médium feirense Divaldo Franco. Ele proferiu a conferência sob o tema “Em busca da felicidade”, no segundo dia da 41ª edição da Semana Espírita de Feira de Santana. O prefeito Colbert Martins Filho esteve presente.

Divaldo Franco, que aos 92 anos segue atraindo uma multidão em suas conferências, falou por mais de três horas citando grandes pensadores entre os quais, Demócrito, Epicuro, Buda, Diógenes e Sócrates, para discorrer sobre a verdadeira felicidade e chamar a atenção de que “todas as vezes que desejamos o mal somos candidatos à enfermidade”. E mais: “Todas as pessoas queixosas são antipáticas. Quer ser feliz? Fique feliz com a vitória do outro”.

O escritor feirense, que tem mais de 250 obras, grande parte delas traduzidas para dezenas de idiomas, disse que “a felicidade é o estado de liberdade interior para fazer o que nos agrada sem prejudicar o outro” e propôs segundo Jesus: “Ame. Quando amamos, nos tornamos felizes. A felicidade começa a partir dos nossos atos. A felicidade é fazer o bem, a caridade”, disse Dilvado Franco, que também abordou sobre o suicídio pontuando que “vale a pena viver, porque a viva sempre nos surpreende”.

Feirense Divaldo Franco, nome que transcende o Brasil

O prefeito Colbert Martins Filho falou da antiga relação de Divaldo Franco com ele e a sua família e afirmou que a Semana Espírita já entrou para o calendário de grandes eventos que acontecem anualmente em Feira de Santana.

“Quem ilumina esse movimento é Divaldo Franco, feirense, amigo dos meus pais, nosso amigo. Um feirense dos mais importantes que a nossa cidade tem na atualidade. Nome que transcende o Brasil, nome que é do mundo. Uma pessoa iluminada, no conhecimento e no seu trabalho. Nos honramos de estar perto de Divaldo, aprendendo com ele”.