Quarta, 25 de Novembro de 2020 11:37
75 99157-0203
Dólar comercial R$ 5,34 -0.57%
Euro R$ 6,36 -0.45%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.09%
Bitcoin R$ 108.777,32 +1.044%
Bovespa 109.585,6 pontos -0.18%
Economia Desempenho ruim

Real é a moeda com o pior desempenho no mundo em 2020

Menores taxas de juros tornam menos atraente o investimento no Brasil

02/10/2020 07h36
Por: Redação
Real é a moeda com o pior desempenho no mundo em 2020

O real é a moeda que mais se desvalorizou em relação ao dólar em 2020. A moeda americana acumula uma alta de 40% comparada à brasileira no ano, maior queda em uma lista de 30 países, segundo dados da Reuters.

Quando o ano começou, cada dólar valia R$ 4,0232. Nesta quinta-feira (1º), chegou a seu maior valor desde maio, cotado a R$ 5,6546. Naquele mês, o dólar teve seu recorde nominal (sem considerar a inflação) frente ao real. No dia 13, era vendido a R$ 5,9007.

Para economistas consultados, são quatro os principais fatores que explicam a aceleração do dólar:

O principal: não há clareza de um plano para solucionar a situação fiscal do país;

Há falta de perspectivas de crescimento;

Menores taxas de juros tornam menos atraente o investimento no Brasil;

A crise ambiental também afasta os interessados.

Na semana passada, houve uma saída recorde de investimentos estrangeiros do país em 2020. Mas o que consolidou a última onda desvalorização cambial foi o financiamento proposto para o programa Renda Cidadã, explicam os especialistas.

O uso de verba destinada a pagar precatórios e o redirecionamento de recursos do Fundeb para financiar o novo programa social, como foi anunciado pelo governo nesta semana, gerou uma fuga de dólares ao indicar um aumento de gastos disfarçado.

Dólar fecha em alta, no maior valor desde maio

Precatórios são dívidas que o governo é obrigado judicialmente a pagar. Um atraso de quitação de parte desses débitos foi encarado pelo mercado financeiro como empurrão de dívidas sem resolvê-las. O dinheiro do Fundeb, por sua vez, é demarcado fora do teto de gastos. Essa solução encontrada pelo governo fez ressurgir o termo "contabilidade criativa".

Diante da repercussão negativa, o governo recuou. Na quarta-feira (30), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que recursos de precatórios não serão usados no Renda Cidadã. Não bastou para evitar que a moeda terminasse setembro com alta de 2,5%.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Feira de Santana - BA
Atualizado às 11h34 - Fonte: Climatempo
27°
Muitas nuvens

Mín. 17° Máx. 28°

27° Sensação
24.9 km/h Vento
38.8% Umidade do ar
80% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (26/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (27/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 27°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias