Terça, 26 de Janeiro de 2021 05:06
75 99157-0203
Saúde Câncer de próstata

Mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata serão diagnosticados até o final do ano

Dentre os avanços médicos, “destaca-se o tratamento cirúrgico conhecido como Prostatectomia Robótica

05/11/2020 14h12
Por: Redação
Mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata serão diagnosticados até o final do ano

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Até o final de 2020, a estimativa é que surjam cerca de 66 mil novos casos no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). “Silenciosa e de evolução lenta, a doença pode levar até 15 anos para apresentar algum sintoma no indivíduo, a exemplo de fluxo urinário fraco ou interrompido, nictúria (vontade frequente de urinar), sangue na urina ou no sêmen etc”, explica o chefe do setor de Urologia do Hospital São Rafael, Frederico Mascarenhas.

Considerada uma patologia rara entre jovens, mais comum na terceira idade, o câncer de próstata começa a ser uma ameaça a partir dos 50 anos. No entanto, a etnia e a hereditariedade são fatores de risco que não devem ser desconsiderados. “O câncer de próstata é duas vezes mais comum em homens negros americanos.  Em relação à genética, se o paciente tem parente de primeiro grau com a doença, como pai e irmão a possibilidade de desenvolver um tumor é 2 a 10 vezes maior, se comparado com uma pessoa que não tem a doença na família”, detalha o especialista.

Para as pessoas que estão no grupo de risco, a prevenção deve ser ainda mais precoce, a partir dos 45 anos. Já para quem está fora dessa zona, o médico orienta consultas para avaliação a partir dos 50 anos. “O câncer de próstata tem cura, desde que seja diagnosticado precocemente, ou esteja somente na próstata. Daí, a razão de se estimular a prevenção através de consultas com o urologista”, esclarece Frederico Mascarenhas.

Exames

Os exames mais realizados para a detecção do câncer de próstata são dosagens de PSA (marcador tumoral), a ultrassonografia e a ressonância da próstata, além do toque retal. Esse último é fundamental, pois o urologista analisa com o tato as características da próstata. Dentre os avanços médicos, “destaca-se o tratamento cirúrgico conhecido como Prostatectomia Robótica, que mantém a potência sexual do homem em, aproximadamente, 90%; incontinência urinária próxima a zero e rápido retorno ao trabalho”, revela o urologista.

Apesar de ser considerado um tabu entre os homens, o toque retal não é um procedimento doloroso e nem demorado. O especialista introduz o dedo na região retal para sentir a superfície da próstata e verificar se existe alguma alteração significativa. Com duração de até 10-15 segundos, o processo é rápido e dá informações sobre o volume, sensibilidade, consistência, textura e presença de anormalidades no órgão.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Feira de Santana - BA
Atualizado às 04h54 - Fonte: Climatempo
18°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 30°

18° Sensação
8 km/h Vento
93.5% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol e Chuva
Quinta (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias