Sábado, 23 de Janeiro de 2021 10:47
75 99157-0203
Política André Brandão

Paulo Guedes tenta reverter demissão do presidente do Banco do Brasil

Após reação negativa do anúncio de fechamento de 361 agências do banco, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria decidido demitir o executivo.

14/01/2021 11h29 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Paulo Guedes tenta reverter demissão do presidente do Banco do Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tenta reverter a saída do presidente do Banco do Brasil, André Brandão, do cargo. Após reação negativa do anúncio de fechamento de 361 agências do banco, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria decidido demitir o executivo.

As ações da bolsa do Banco do Brasil indicavam queda de 5,01% às 17h40, desta quarta-feira (13/1), logo após crescerem os rumores de saída de André Brandão, indicado por Bolsonaro em setembro, para substituir Rubem Novaes.

O Banco do Brasil afirmou que não comentaria o caso, mas não desmentiu a informação. O Ministério da Economia informou que não se posicionaria sobre a possível saída, assim como o Palácio do Planalto.

Brandão saiu do HSBC, onde estava desde 2003, para substituir Rubem Novaes, que deixou a presidência da instituição em setembro. Quando pediu demissão, em julho, o BB afirmou que a causa era o entendimento de que o banco “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

Novaes foi indicado ao cargo pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em novembro de 2018 e ficou pouco mais de 18 meses no cargo.

Um dos fatores que pode ter contribuído para a possível queda de Brandão – e do valor das ações do banco – foi o anúncio de reformulação feito pela instituição financeira na manhã de segunda-feira (11/1). Em comunicado, o BB afirmou que abriu programa de demissão voluntária (PDV) e que encerraria a atividade em 361 unidades, entre postos de atendimento, escritórios e agências.

 

O PDV do Banco do Brasil prevê demissão de cinco mil colaboradores até fevereiro. Do total de unidades que ficarão inoperantes, 112 são agências e 242 são postos de atendimento. A expectativa é de que as agências passem a funcionar como postos de atendimento futuramente.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Feira de Santana - BA
Atualizado às 10h42 - Fonte: Climatempo
28°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 28°

28° Sensação
18.6 km/h Vento
45.7% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (24/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol e Chuva
Segunda (25/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 29°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias