Sábado, 27 de Novembro de 2021
22°

Pancada de chuva

Feira de Santana - BA

Tecnologia Bahia

Produção de laranja dobra em comunidade rural de Rio Real

O aumento é consequência dos investimentos do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva. Foram investidos R$ 921,7 mil em máquinas e equipamentos.

28/09/2021 às 17h31
Por: Redação Fonte: Secom Bahia - (Luana Marinho)
Compartilhe:
Foto: Divulgação/SDR
Foto: Divulgação/SDR

A produção de laranja da comunidade de Olhos D’Água, localizada no município de Rio Real, no Território Litoral Norte e Agreste Baiano, dobrou. Os agricultores familiares que, antes produziam em média seis toneladas por hectares, hoje produzem em média 12 toneladas.

O aumento é consequência dos investimentos do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva. Foram destinados recursos de R$ 921,7 mil para a Associação do Povoado Olhos D’Água, em máquinas e equipamentos como trator, grade hidráulica, patrulha mecanizada e pulverizador. Os agricultores também tiveram acesso ao serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

Para o agricultor Edson Batista, o projeto chegou na hora certa para motivar a comunidade e para que muitos voltassem a trabalhar com cítrus. “O Bahia Produtiva nos trouxe uma capacidade de produzir com qualidade, respeitando o meio ambiente e diversificando nossos cultivos. Nossas plantas estão mais vigorosas, com bastante frutos. Nos proporcionou uma tranquilidade maior com o manejo do solo e os equipamentos, facilitou o manejo na propriedade, nos proporcionando mais tempo para viver melhor com a família”.

Os produtos, com mais qualidade, agora atendem ao mercado consumidor e a comercialização das frutas, antes feita para atravessadores, está sendo diretamente na fábrica, feiras e mercados locais, impactando diretamente na renda individual dos agricultores e no caixa da associação.

A comunidade de Olhos D’Água vem sendo atendida com Ater e recebe assessoria técnica do Assistente Comunitário Rural (ACR) Samuel Barbosa dos Santos. Ele conta que os agricultores agregaram valor ao produto, viabilizando a comercialização. “O preço da tonelada antes custava em média R$ 400, a depender da qualidade. Hoje, com a grande demanda pelo fruto, a tonelada varia em média de R$ 550 a R$ 1 mil a tonelada”.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cofinanciado pelo Banco Mundial.

Fonte: Ascom/SDR/CAR

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias