Sábado, 29 de Janeiro de 2022
25°

Pancada de chuva

Feira de Santana - BA

Polícia Adélio Bispo

Adélio Bispo afirma que penitenciária federal é ‘lugar satânico’

Adélio é visto como herói por integrantes da facção criminosa PCC

11/01/2022 às 08h56
Por: Redação
Compartilhe:
Adélio Bispo afirma que penitenciária federal é ‘lugar satânico’

Preso na Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Adélio Bispo de Oliveira, responsável pelo atentado no qual esfaqueou o então candidato à Presidência Jair Bolsonaro, em 2018, diz que prisão onde está é um “lugar satânico”. 

Em uma carta escrita em agosto de 2019, Adélio pede ao juiz-corregedor da 5ª Vara Federal de Campo Grande, Dalton Igor Kita Conrado, transferência para o sistema prisional de Minas Gerais, de preferência para uma unidade de Montes Claros. Além desse, outros pedidos também foram feitos pela defesa de Adélio, mas negados pela Justiça Federal.

Adélio diz que um dos motivos para não querer permanecer no local seria por conta do seu “maçônico satanismo”, e diz que o “prédio foi construído com essa finalidade, projetado maçonicamente para adoração ao diabo”.

Ainda de acordo com a coluna, Adélio, que está no local desde setembro de 2018, é visto como herói por integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). O colunista também diz que há relatos de que o autor da facada em Bolsonaro tenha sofrido hostilidades e agressões por parte dos funcionários da penitenciária.

Adélio é portador de transtorno delirante persistente, e foi considerado inimputável em junho de 2019. Por medida de segurança, ele fica no presídio por tempo indeterminado, ou enquanto não for verificada sua cessão de periculosidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias