Sexta, 24 de Junho de 2022
18°

Pancada de chuva

Feira de Santana - BA

Geral Geral

Em SP, Linha 9-Esmeralda apresenta nova falha nesta terça-feira

Concessionária que administra a linha foi multada em R$ 3,6 milhões

24/05/2022 às 11h35
Por: Jornalismo Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:
© Rovena Rosa/Agência Brasil
© Rovena Rosa/Agência Brasil

Uma falha de sinalização na estação Grajaú da Linha 9-Esmeralda dos trens metropolitanos ocasionou hoje (24) quase três horas de caos para passageiros que utilizam o transporte. O problema ocorreu entre as 5h e 7h45 da manhã e deixou estações superlotadas, escadas rolantes desligadas e trens lentos.

De acordo com comunicado da ViaMobilidade, concessionária que administra a linha desde o início do ano, os trens circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Grajaú e Jurubatuba devido à falha, que está em análise pela área de manutenção da concessionária.

Por causa das constantes falhas na linha, a Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM) multou a ViaMobilidade, que além da operação e manutenção da Linha 9-Esmeralda, também é responsável pela Linhas 8-Diamante, em mais R$ 3,6 milhões. Com isso, o total de penalidades por não cumprimento contratual é de R$ 7,9 milhões. A secretaria é responsável pelo monitoramento e acompanhamento de todas as concessões feitas pela pasta.

Em março deste ano, a STM já havia multado a ViaMobilidade em R$ 4,3 milhões, após a instauração de processos administrativos sancionadores, em razão de descumprimentos de procedimentos operacionais e da interrupção da prestação do serviço. A concessionária apresentou defesa dentro do prazo estipulado, que está sendo analisada pela pasta.

Reincidentes episódios de falhas, denominados incidentes notáveis, passaram por análise administrativa e geraram novas multas à ViaMobilidade. Alguns exemplos das falhas são a abertura de portas do lado contrário à plataforma, desrespeito à sinalização de via e questões contratuais relacionadas à operação.

O Ministério Público de São Paulo também entrou no caso e pode pedir o rompimento de contrato de concessão da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) com a ViaMobilidade. Desde o momento em que a concessionária assumiu a concessão, o MP abriu duas linhas de investigação para averiguar os problemas: uma pela Promotoria do Patrimônio Público e outra pela Promotoria do Consumidor.

Cerca de 600 mil passageiros utilizam a Linha 9-Esmeralda por dia. Na Linha 8-Diamante são 500 mil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias