GOVERNO DO ESTADO OBRA POR TODA BAHIA
Uso indevido

Mulher amputa dedos e pé após uso indevido de coletor menstrual

Segundo informações, Sandrine desenvolveu uma condição rara, conhecida como síndrome do choque tóxico (SCT). A SCT acontece quando entramos em contato com as toxinas produzidas pelas bactérias do gênero Staphylococcus

25/01/2020 11h50
Por: Redação

De acordo com notícia publicada pelo jornal local Le Parisien, Sandrine Graneau, uma francesa de 36 anos que é mãe de três crianças, teve um pé e partes dos dedos das mãos amputados devido condição rara. O problema surgiu após uso indevido de coletor menstrual. Segundo informações, Sandrine desenvolveu uma condição rara, conhecida como síndrome do choque tóxico (SCT). A SCT acontece quando entramos em contato com as toxinas produzidas pelas bactérias do gênero Staphylococcus, que pode estar presente naturalmente no nosso organismo. Estimativas revelam que a bactéria está presente em fossas nasais  e pode se instalar até mesmo na pele e no útero.

Embora não seja um problema exclusivo de mulheres, casos com esse grupo se tornaram cada vez mais comuns, associados ao uso de absorventes internos. Quando eles permanecem mais tempo dentro do corpo do que o recomendado, aumenta o risco da proliferação de bactérias que liberam substâncias tóxicas causando a infecção.

“É importante ressaltar que a menstruação foi feita para sair do corpo, e não ficar retida dentro da vagina por muito tempo”, alerta Eduardo Motta, ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em entrevista à revista Galileu. De acordo com o especialista, absorventes usados por muito tempo podem servir de porta de entrada para agentes infecciosos causadores de doenças graves, como é o caso da SCT.

O caso de Graneau, entretanto, surpreendeu os médicos franceses, pois ela usava um coletor menstrual quando foi contaminada.Uma investigação realizada em 2019 sobre os  “copinhos” revelou que eles são o método mais seguro dentre as opções disponíveis para mulheres coletarem o sangue liberado durante a menstruação. Segundo Motta, vale lembrar que tanto a segurança quanto a eficácia dos absorventes ou coletores dependem do uso correto dos produtos. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários