segunda-feira , outubro 21 2019
Home / Cidade / Secretaria encaminha ao Lacen exame de jovem e também apura atendimento em policlínica

Secretaria encaminha ao Lacen exame de jovem e também apura atendimento em policlínica

Em esclarecimento sobre especulações divulgadas em alguns veículos de comunicação sobre suspeitas de dengue como causa do óbito do jovem Júlio Vitor, no início desta semana em Feira de Santana, a Secretária Municipal de Saúde informa que não há, por enquanto, confirmação de diagnóstico.

Amostras de sangue estão sendo analisadas e apenas após os devidos exames se poderá confirmar ou excluir a suspeita.

O corpo técnico da Secretaria, através da Vigilância Epidemiológica e da Coordenação Geral das Policlínicas, está trabalhando na apuração dos fatos relacionados ao atendimento prestado ao paciente, analisando o prontuário e entrevistando profissionais.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que somente
após análise sistematizada poderá ter uma avaliação do padrão assistencial prestado no caso e assim se posicionar de forma mais objetiva.

Preliminarmente, a investigação indica que não há registro algum de prescrição em prontuário ou receita médica propondo tratamento do paciente à base de nimesulida. As profissionais médicas que o atenderam negam que tenha ocorrido qualquer tipo de orientação verbal para uso da medicação.

Não é prática, em consultórios e unidades de saude, recomendar, “de boca”, o uso de qualquer medicamento para o paciente, qualquer que seja o seu quadro clínico. O procedimento padrão é a prescrição através de receita.

Por fim, a Secretaria de Saúde do Município lamenta a morte precoce do jovem Júlio Vítor e se solidariza com a família, “nesse momento tão difícil, comprometendo -se de realizar uma apuração técnica, transparente e célere para dar uma resposta às dúvidas que pairam sobre o caso junto a família e a sociedade feirense”.